Projeto de Lei oficializa nome de residencial em homenagem a Ildefonso Pedroso

Madson, Marçal e Alan junto com a família de Ildefonso Pedroso – Foto: Thiago Morais

Durante a sessão realizada na segunda-feira (14), o vereador Madson Valente (DEM), junto aos colegas Alan Guedes (DEM) e Marçal Filho (PSDB), apresentou um projeto de lei para homenagear o produtor rural Ildefonso Pedroso, denominando com seu nome o loteamento localizado próximo ao Residencial Dioclécio Artuzi.

“Nós fizemos uma homenagem a este pioneiro de Dourados, à sua família. O residencial já era chamado de Ildefonso Pedroso, porém só agora nós conseguimos que virasse lei, regulamentando assim o nome”, comentou o vereador Madson Valente.

O projeto, votado em segunda discussão, foi aprovado em plenário por unanimidade.

Homenageado

Ildefonso Pedroso, filho de Izidro Pedroso, nasceu no dia 23 de janeiro de 1918, na Fazenda Lageadinho, em Dourados. Aos 13 anos teve seu antebraço direito amputado, ao sofrer um acidente em uma moenda de engenho.

Dez anos depois, Idelfonso casou-se com Clotilde Olídio, de onde nasceram 11 filhos, sendo oito mulheres e três homens. Por conta disso, ele decidiu vender sua fazenda e mudar para a cidade de Dourados, para que os filhos pudessem ter uma educação de qualidade, sendo um dos primeiros moradores da Vila Industrial.

Anos mais tarde, Ildefonso voltou para zona rural, onde sustentava a família através da agricultura e pecuária.

Ildefonso morreu em junho de 2004, com 86 anos.