Professores de Dourados têm salário acima da média nacional

Dados divulgados pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) sobre a média salarial dos professores nas redes municipais de ensino em todo o Brasil apontou que estes profissionais ganham, em média, 4,3 salários mínimos, valor perto de R$ 4,1 mil por 40 horas trabalhadas.

O dado destaca a remuneração dos professores em Dourados, que ultrapassa esta média. Segundo dados da Secretaria de Administração, um professor em primeiro nível recebe o valor de R$ 2.234,00 para uma carga de 20h, ou seja, R$ 4.468,00 para professor com carga de 40h.

Para efeito de comparação, o salário pago aos educadores segue a média da remuneração concedida pela União e Estado para o trabalho por 20h, que é R$ 2.298,00 e R$ 2.695,00, respectivamente.

Há que se ressaltar ainda, os ganhos de cada profissional caso sejam enquadrados nos critérios de remuneração em relação a especialização que possuam. Segundo a Secretaria de Educação, a remuneração no início de carreira para profissional do Magistério sobe para R$ 2.457,99 (por 20h), para Especialista em Educação passa de R$ 4.496,00 para R$ 4.915,99 (40h trabalhadas) e profissional de Educação Infantil, tem remuneração que passa de R$ 3.686,99 para R$ 4.055,69 (33 horas trabalhadas).

Quadro de funcionários

Uma análise mais elaborada sobre o plantel de funcionários da Prefeitura de Dourados demonstra que o compromisso em manter os vencimentos em dia é um desafio que tem sido vencido pela administração municipal. Entre estes desafios, manter serviços essenciais como a prestação da educação é um dos mais importantes.

Isto porque a Educação tem, em Dourados, pelo menos 4,1 mil funcionários entre efetivos, contratados, comissionados e administrativos. O que representa, segundo dados consolidados do RH em relação à folha de julho, 57% do total de funcionários da administração municipal com todas as autarquias e fundações.

O número de alunos da rede municipal é 27,3 mil, o que dá a média de 7 alunos por funcionário. Já a média de alunos por professor, segundo o RH, é de 9 alunos. Assim, esta é a demonstração da importância de se manter o serviço atuante, com fiscalização à prestação da educação, os índices do Ideb e outros parâmetros.

Ainda em relação à manutenção administrativa da Educação, ressalta-se o número de estabelecimentos educacionais, sendo 47 escolas municipais, 36 centros de educação e o convênio com 7 unidades particulares.