Produtor rural é absolvido pela morte de advogado dentro de cartório em Dourados

Crime foi em um cartório de Dourados no dia 26 de março de 2010 – Foto: Reprodução

O produtor rural Alcino Dias Campos, 82, o ‘Criatura’, foi absolvido no processo em que era réu confesso do assassinato do advogado Paul Oserow, 62. O julgamento terminou no final da tarde desta quinta-feira. Oserow foi morto a tiros quando estava num cartório de Dourados no dia 26 de março de 2010. As informações são do Diário MS.

A acusação era de homicídio qualificado, por desentendimento anterior entre os dois envolvidos.

O caso previa julgamento popular há cerca de quatro anos. Diversos recursos da defesa deram entrada tanto no TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) como no STJ (Superior Tribunal de Justiça). O acusado estava respondendo pelo crime em liberdade.

Por 4 votos a zero, e atendendo pedido do Ministério Público, o juri absolveu ‘Criatura’ alegando legítima defesa putativa. O juiz ainda determinou que a pistola usada no crime seja devolvida para ‘Criatura’.

O caso aconteceu no Cartório do 1º Ofício, no centro de Dourados e foi registrado por câmeras de segurança instaladas no local. Criatura sempre alegou ter atirado em legítima defesa e que o crime aconteceu em função de discussão entre eles por causa de negócios.