PRF testa bafômetro que deve agilizar identificação de motoristas que ingeriram bebida alcoólica

Equipamento aponta verde para ‘negativo’ e vermelho para quem usou bebida alcoólica e dirigiu veículo

Novo bafômetro, que está sendo testado hoje pela PRF – Foto: Marina Pacheco

A PRF (Polícia Rodoviária Federal), em Mato Grosso do Sul, está testando nesta quinta-feira (dia 21) um novo bafômetro na BR-163, em Campo Grande, na saída para São Paulo. O aparelho, chamado Saint Louis Missouri, é americano e permite fazer uma triagem e agilizar o procedimento nas rodovias. As informações são do portal Campo Grande News.

Em todo País, Campo Grande é a primeira cidade a testar o equipamento, segundo o inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Luis Takai.

Ele explicou que a medida não vai especificar a quantidade de alcool por litro de sangue, como o bafômetro já utilizado, mas vai apontar “positivo” ou “negativo”, por meio das luzes verde e vermelho, quem consumiu ou não bebida alcoólica.

O novo equipamento faz três testes em um minuto e a ingestão de álcool é identificada apenas com um sopro do motorista. No modelo usual, cada teste leva dois minutos e é descartável.

Ainda de acordo com o inspetor, a nova medida também ajudará a selecionar apenas os que “reprovaram” no teste. Estes passarão pelo bafômetro já utilizado, que identificará a quantidade.

A PRF também atrela a importância do novo método ao fato de 97% dos motoristas que passam pelo teste não apresentarem ingestão de álcool. Conforme o inspetor, a cada ano, são utilizados 60 mil bocais.

Operação –Nesta manhã, os policiais passam pela parte prática de um curso de aprimoramento. Eles estão abordando motoristas e analisando possíveis alterações no veículo, como lâmpada de luz de led e outras mudanças não permitidas pela legislação.

Ainda não se sabe quando o novo equipamento será de fato utilizado nas abordagens. Por enquanto, o teste ocorreu hoje e foi feito em pelo menos 10 motoristas em uma hora. Nenhum deles apresentou ‘positivo’ para ingestão alcoólica.