Cigarros estavam em um caminhão Scania/R 440 A6x2; carga de cigarros está avaliada em R$ 540 mil – Foto: PRF
Cigarros estavam em um caminhão Scania/R 440 A6x2; carga de cigarros está avaliada em R$ 540 mil – Foto: PRF

Nesta quarta-feira, 21 por volta das 13h30, na BR-158, entre os municípios de Três Lagoas e Brasilândia, policiais rodoviários federais avistaram uma carreta Scania prata saindo abruptamente da BR 158, na altura do km 341, ao avistar a viatura da PRF, de forma suspeita. A equipe policial realizou diligências nas imediações da rodovia e encontrou a referida combinação de veículos estacionada na Rua Dom Pedro I.

A carreta foi identificada como Scania/R 440 A6x2, prata, com placa aparente de São Bernardo do Campo/SP, e o veículo acoplado como SR/Randon SR, placas aparentes de Caruaru/PE. Em virtude da fundada suspeita, a equipe realizou uma vistoria externa nos elementos identificadores dos veículos e constatou indícios de adulteração nos sinais de identificação. Em seguida, foi levantada a lona do veículo semirreboque e encontrada grande quantidade de cigarros contrabandeados do Paraguai, da marca GIFT, totalizando aproximadamente 600 caixas que equivalem a 300 mil maços.

Os PRFs também perceberam que uma motocicleta passava constantemente nas proximidades dos veículos carregados com cigarros e realizou a abordagem. Era uma Honda/CG 125, placas de Três Lagoas, conduzida por um homem de 23 anos. O condutor apresentou nervosismo excessivo e contradições nas respostas às perguntas policiais. Posteriormente ele confessou que recebeu R$800,00 para realizar o serviço de batedor da carga de cigarros contrabandeados apreendida pela equipe PRF.

Foi dada voz de prisão ao motociclista pelos crimes de contrabando, receptação e adulteração de sinal identificador, para a Polícia Federal de Três Lagoas. A carga tem o valor estimado em 540 mil reais.

O caminhão Scania/R 440 A6x2, prata, de placas de São Bernardo do Campo/SP, era clonado e possuía como placas originais de Vilhena/RO, com registro de roubo.

Foram encontrados dentro da cabine do caminhão 02 CRLVs com suspeita de falsificação. Os veículos, a carga de cigarro, os documentos com sinais de inautenticidade e o preso foram encaminhados para a Polícia Federal de Três Lagoas.