PRF e DENAR apreendem cocaína avaliada em aproximadamente R$ 2 milhões

Droga, que pesou mais de 64 kg, estava sendo transportada em alforjes – Divulgação/PRF

Na noite desta terça-feira, 05, em Miranda, em Operação Conjunta da Polícia Rodoviária Federal e da Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico, foram apreendidos mais de 64 kg de cocaína.

No km 605 da BR-262, a equipe abordou dois pedestres, de 28 e 33 anos que desviavam da fiscalização policial. Os dois estavam transportando invólucros acondicionados em alforjes, uma espécie de bolsa que é transportada junto ao corpo. Essas bolsas estavam carregadas com cocaína.

Na sequência os policiais abordaram um Ford/Ka SE com placas de Campo Grande, conduzido por um homem de 30 anos. Ele seria o responsável por pegar os dois pedestres depois que eles passassem pela fiscalização policial e então os levaria até Campo Grande.

O condutor do veículo admitiu ser o dono do entorpecente e contratou os dois pedestres, que declararam que receberiam R$ 5.000,00 (cinco mil reais) cada um pelo transporte da droga até a capital.

A cocaína quando vendida nos grandes centros alcança um preço médio de R$ 30 mil o quilo, sendo que esta apreensão deu um prejuízo ao narcotráfico de aproximadamente R$ 2 milhões.

O veículo, a droga e os presos foram encaminhados à DENAR de Campo Grande.