PRF apreende mais de 1 tonelada de maconha em duas ocorrências no Sul do Estado

Foram apreendidos 626 kg em fundo falso de caminhão e 598 kg em veículo(foto no detalhe), totalizando 1.224 quilos de maconha – Divulgação/PRF

Em ação conjunta da Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Federal foram apreendidos 626 kg de maconha em um fundo falso de um caminhão vazio.

Na tarde de terça-feira, 05, a equipe avistou um veículo MB/L 1113 com placas de Três Lagoas em alta velocidade o que levantou suspeita da equipe.

Após abordagem, o motorista de 30 anos, se mostrou bastante nervoso e disse que voltava sem carga. O local é conhecido por ser um desvio de traficantes de droga.

Os policiais identificaram um grande compartimento criado no assoalho da carroceria para transportar ilícitos. Ao retirar o assoalho, a equipe encontrou inúmeros tabletes de maconha que, após pesagem, somaram 626 kg (seiscentos e vinte e seis quilos) de maconha.

O condutor declarou que havia sido contratado para levar a droga até Três Lagoas, onde receberia o pagamento pelo transporte.

O veículo, a droga e o preso foram encaminhados à Polícia Federal de Dourados.

Já na noite de terça-feira, 05, no km 50 da BR-463, em Ponta Porã, a PRF apreendeu 598 kg de maconha em veículo adulterado.

Os policiais rodoviários federais fiscalizavam o trecho quando foi dada a ordem de parada a um VW/Voyage com placas aparentes de Campo Grande, o condutor não obedeceu à ordem e empreendeu fuga sendo preso alguns quilômetros à frente.

Ainda de fora do veículo já era possível observar que no seu interior havia vários tabletes de maconha, que também ocupavam todo o porta malas. O entorpecente somou 598 kg (quinhentos e noventa e oito quilos) da droga.

O motorista de 20 anos declarou que foi contratado para levar a droga do Paraguai até Dourados. Com ele foi apreendido ainda R$ 1.250 (mil duzentos e cinquenta reais), que, segundo ele, seria parte do pagamento.

A equipe constatou que o automóvel tinha sinais de adulteração e placas originais de São Paulo/SP, onde possuía um registro de apropriação indébita.

O preso, o veículo e a droga foram encaminhados à Polícia Federal de Ponta Porã.