Julião Flaves Gaúna participou de intercâmbio nesta terça-feira, 05, na sede da CNI – Assessoria

O presidente do Sindigraf/MS (Sindicato das Indústrias Gráficas de Mato Grosso do Sul), Julião Flaves Gaúna, participou, nesta terça-feira (05/06), na sede da CNI (Confederação Nacional da Indústria), em Brasília (DF), do primeiro dia do 4º Intercâmbio de Lideranças Setoriais da Indústria da Indústria Gráfica, uma iniciativa do Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA), realizado pela Confederação em parceria com as Federações das Indústrias de todo o País.

Segundo Julião Gaúna, o evento, que prossegue nesta quarta-feira (06/06), debateu neste primeiro dia as demandas de cada sindicato da indústria gráfica do País. “O Sindigraf do Rio Grande do Sul apresentou as suas boas práticas, com destaque para a melhoraria da gestão e a forma encontrada para levar aos associados os serviços e produtos que reforçam a importância de estar junto ao o sindicato”, relatou.

O presidente do Sindigraf/MS ainda destaca que neste primeiro dia os participantes foram até o Congresso Nacional, onde tiveram audiência com o deputado federal Julio César (PSD/PI), relator do Projeto de Lei nº 2396/2015, que trata sobre zerar as alíquotas do PIS/Confins. “Esse projeto é importante para que possamos ter competitividade para os livreiros, editores distribuidores e escritores. Hoje a taxa é de 9,25% sobre o faturamento e isso inviabiliza a indústria gráfica”, reforçou.

Julião Gaúna ressalta que os participantes do evento também estiveram com o deputado federal Walter Ihoshi (PSD/SP), que é autor do projeto solicitando o acompanhamento do pleito para a indústria gráfica, uma vez que essa situação está causando o desemprego e o fechamento de empresas do segmento. “Tanto o deputado Julio César, quanto o deputado Walter Ihoshi tiveram a percepção da importância desse pleito. Assim, os sindicatos, juntamente com as Abigrafs apoiadas por suas Federações e liderada pela CNI, têm feito o seu trabalho para o setor produtivo do Brasil”, finalizou.