A equipe técnica da Semaf está apoiando a produção agrícola do Instituto Hayom que atende cerca de cem imigrantes venezuelanos – Foto: Assecom

A Prefeitura de Dourados está contribuindo para garantir a inserção dos imigrantes venezuelanos na cidade através de programa desenvolvido pela Secretaria Municipal de Agricultura Familiar (Semaf).

A pedido da prefeita Délia Razuk o secretário de Agricultura Familiar, Junior Bittencourt, está apoiando o Instituto Hayom, ligado a uma instituição religiosa cristã, ao oferecer os serviços da equipe técnica da Pasta.

O Instituto Hayom, que já acolheu cerca de cem venezuelanos e através do apoio da Semaf, está viabilizando a produção de alimentos.

A Semaf está disponibilizando apoio técnico com orientação agronômica, projeto de produção e preparo de solo para produção de abóbora e hortaliças.

Bittencourt afirmou que o projeto tem como objetivo produzir alimentos saudáveis e ao mesmo tempo ensinar técnicas de produção para os venezuelanos acolhidos pelo Instituto.

O pastor Matias Belido, presidente do Instituto Hayom agradeceu o empenho de toda a equipe da Secretaria de Agricultura Familiar e destacou a sensibilidade da prefeita Délia Razuk em apoiar as ações humanitárias desenvolvidas pela entidade.