Parceria firmada entre prefeitura e Agepen utilizará mão de obra prisional no cultivo de hortas na PED – Foto: A. Frota

Na manhã desta quarta-feira (04), ocorreu a assinatura do Termo de Cooperação do projeto de horta orgânica na PED (Penitenciária Estadual de Dourados). A assinatura ocorreu na Prefeitura de Dourados, que é parceira da ação, realizada em conjunto com o Governo do Estado por meio da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário).

O projeto envolverá a mão de obra prisional, de forma a capacitar os internos na execução e manutenção da horta orgânica. O trabalho ocorrerá com cultivo de mudas frutíferas e hortaliças ofertadas pela Secretaria de Agricultura Familiar, que empenhará ainda equipe técnica, implementos, mudas e suporte necessário para ação.

A área de cultivo será de 3.000 m2 e o local contará com duas estufas.  O projeto contará com mudas de goiaba, caju, mamão, alface, couve, repolho, beterraba, cenoura, entre outras. A produção atenderá o consumo dos internos e o excedente será destinado ao Banco Municipal de Alimentos para atendimento das famílias em situação de vulnerabilidade social e ocorrerá ainda o fornecimento de mudas provenientes da horta orgânica da PED para pequenos produtores rurais do município.

A prefeita Délia Razuk destacou o projeto com foco na ressocialização e enfatizou que a Secretaria de Agricultura Familiar e a 8ª Promotoria de Justiça de Dourados ‘abraçaram’ o mesmo que será um grande diferencial no desenvolvimento dos envolvidos.

“Existe muito preconceito quanto às pessoas privadas de liberdade e essas precisam de oportunidade. O doutor Juliano e a equipe da Promotoria, nossa secretaria, todos se empenharam e foram sensíveis quanto a essa proposta que temos encaminhado desde o ano passado, dentro entendimento de que temos que fazer a nossa parte para um mundo melhor, começando por onde estamos. Tenho certeza de que será um diferencial para os internos, uma oportunidade de trabalho, ressocialização e uma capacitação, e poderão desenvolver esse trabalho quando saírem da unidade”, pontuou.

Inicialmente, 30 internos participarão do projeto, de acordo com o diretor da PED, Manoel Machado da Silva. Ele citou que a ação será de impacto muito positivo no local e agradeceu aos parceiros.

“A prefeitura, de pronto, autorizou as ações quando foram solicitadas e somos agradecidos a isso e também à Promotoria. Esse projeto será um termômetro de disciplina, vem para agregar na ressocialização, na alimentação e contará com uma rotatividade de participantes”, citou o diretor.

Juliano Albuquerque, titular da 8ª Promotoria de Justiça, citou que a ação já era ‘desenhada’ há algum tempo e mencionou  algumas outras semelhantes já existentes que estão sendo grandes diferenciais.

“Foram várias reuniões até chegarmos à assinatura do termo e o projeto é uma parte que nos mostra que ao contrário do que é pregado. O sistema prisional não conta só com mazelas e essa é uma oportunidade profissional com redução de pena, bem como outras que valem a pena destacar, como a confecção feita pelos internos na PED, a horta já existente no Semiaberto masculino e no feminino e a lavanderia na PED, esta última reativada com a parceria da gestão da prefeita Délia Razuk”, citou, observando que “são ações como estas que levam mais dignidade aos participantes. A prefeitura tem sido parceira nestes projetos e temos certeza de que este iniciado será desenvolvido da melhor forma possível”.

O secretário de Agricultura Familiar, Marcos Roberto Soares, enfatizou o atendimento não só aos internos com a horta, mas as famílias em vulnerabilidade e os pequenos produtores. “É uma grande e esperada ação, que impactará todos esses envolvidos de forma muito positiva”, destacou.

O secretário de Assistência Social, Landmark Rios, que acompanhou o desenvolvimento do projeto, já que anteriormente atuava na pasta da Agricultura Familiar, citou que a concretização da horta é um grande objetivo da gestão realizado e que será um modelo para outros no país.

A celebração do termo foi acompanhada por representantes da Secretaria de Agricultura Familiar, Fundação de Esportes, Secretaria de Governo, Secretaria de Comunicação, Secretaria de Habitação, Procuradoria Geral do Município, Conselho Municipal Antidrogas e Câmara Municipal de Dourados.