Reunião foi realizada nesta sexta-feira, 02 de fevereiro – Foto: Paulo Roberto

Alguns comentários que foram espalhados no Assentamento Cantagalo, estavam dificultando o acesso às informações do censo agropecuário.

Segundo os moradores, as informações davam conta que assim que o censo ficasse pronto, os assentados seriam transferidos para Anastácio.

Isso estava gerando insatisfação por parte dos mesmos. Para resolver essa questão, na sexta feira, 02, o Diretor do Departamento Agropecuário Municipal, Eloar Castelaci, com o aval do prefeito Maurílio Ferreira Azambuja esteve junto com Coordenadora de Área Pantanal do Censo Agropecuário, Sely Batista Cavalcante, do IBGE, e mais três agentes no Assentamento, onde foi esclarecido para os assentados os motivos do censo e dado a eles a garantia de que não seriam transferido para o Município de Anastácio.

Essas informações tranquilizaram os moradores, e já ficou confirmada a presença dos recenseadores para a próxima semana.

Segundo a Coordenadora de Área, Sely Batista Cavalcante, essa interferência da prefeitura junto aos assentados foi fundamental, pois eles receberam a garantia de que vão continuar pertencendo a Maracaju, e é isso que eles querem, com o censo agora seguindo normal.

Para o prefeito Maurílio Ferreira Azambuja, não existe motivos para   transferir para outro município, “a nossa intenção é sempre apoiar o pequeno produtor, e se eles estão feliz em ser de Maracaju, é sinal que estão sendo bem cuidados, e vão continuar assim, recebendo toda a assistência que estiver em nosso alcance”, disse Maurílio.