Através do Projeto Top 10 foram instalados cinco bancos de mudas em parcerias entre a Secretaria de Agricultura e Embrapa-Dourados

BRS Kurumi, o capim-elefante da Embrapa – Divulgação/Embrapa

A Prefeitura de Itaquiraí, através da Secretaria Municipal de Agricultura e Pecuária em parceria com a Embrapa Agropecuária-Oeste em Dourados e suporte técnico da Du Campo, está incentivando o plantio da nova variedade de pasto, o capim-elefante da Embrapa: BRS Kurumi.

Para o projeto piloto foram instalados cinco bancos de mudas, atendendo produtores interessados dos assentamentos Indaiá, Sul Bonito e Santa Rosa. O plantio da nova variedade de capim faz parte do Projeto Top 10 de incentivo à bacia leiteira conforme proposta determinada pelo prefeito Ricardo Fávaro Neto, de apoio à agricultura familiar, anunciada no dia 26 de outubro do ano passado.

O secretário municipal de Agricultura e Pecuária, Ivanir Vieira (Vani), acompanhado pelo veterinário Wesley Fávaro, responsável técnico Luiz Felix e pelo representante da Du Campo, Marcio Mansani, visitou na tarde de ontem (06), uma das propriedades do Sul Bonito utilizada como banco de mudas. “Estou impressionado com o que vi. Aliás, estou entusiasmado porque o desenvolvimento do campim Kurumi superou todas as nossas expectativas. Até estou interessado em cultivar o Kurumi”, afirmou o secretário.

Acompanhamento

Para o implantar a experiência da variedade Kurumim como novo pasto para o gado leiteiro, a Prefeitura de Itaquiraí disponibilizou apoio logístico com transporte de mudas vindas do município de Dourados. Assim, foi possível atender, inicialmente, 10 produtores e associações rurais. Para atender as associações do Indaiá, Represa e APAR o responsável pela área é Hélio Cato. Já no Indaiá (Aplini) ficou responsável pelo banco de mudas Eduardo/Luiz Félix.

No Sul Bonito a responsabilidade pela área de cultivo do Kurumi é de Haroldo de Morais Oliveira. No Sul Bonito 2, sendo a Associação 24 Junho e Cooperleite a responsabilidade é de Ewaldo Amaral da Silva. Para atender as associações Nova Esperança e São Luiz, no Santa Rosa, assumiu a responsabilidade do banco de mudas o produtor deleite Avarildo Rodrigues.

A nova cultivar colocada à disposição dos produtores de gado leiteiro de Itaquiraí batizada de capim-elefante da Embrapa: BRS Kurumi é destaque entre as cultivares voltada para o pastoreio direto, se caracteriza por apresentar alto potencial de produção de forragem com excelentes características nutricionais, o que possibilita ao produtor de leite intensificar a produção animal com menor uso de concentrado.

“Esses materiais poderão contribuir para solucionar os problemas enfrentados pelos produtores em relação à alimentação do rebanho leiteiro, especialmente durante a estação das secas”, disse o Chefe Adjunto de Transferência de Tecnologia da Embrapa Agropecuária Oeste, Auro Akio Otsubo. Ele explica que as pesquisas desenvolvidas pela Embrapa demonstraram que o capim elefante pode produzir cerca de 50 toneladas de matéria seca por hectare/ano, uma média de 30% a mais do que as demais cultivares disponíveis”.

“O custo com a silagem de milho é bem elevado e acredito que com esse novo capim poderemos reduzir as despesas e aumentar a produção. Esta é uma das metas do projeto e atende a determinação do prefeito Ricardo, visando resolver um dos problemas da alimentação do gado em áreas da agricultura familiar. Realmente é uma mão amiga do Município ao pequeno produtor”, afirma o técnico Márcio Mansani.