Prefeitos do Conisul reunidos com o governador Reinaldo Azambuja e autoridades do Governo – Divulgação

As medidas de austeridade adotadas pela administração municipal de Caarapó desde que o prefeito André Nezzi assumiu a gestão em setembro do ano passado começam a render bons frutos. A principal incursão do administrador caarapoense se deu no campo da economia municipal, com reflexos diretos nas finanças do município.

Ao assumir a gestão, o atual prefeito de Caarapó se deparou com uma folha salarial acima do teto permitido por lei. Por iniciativa própria, aliada a recomendação do Ministério Público, adotou medidas de contenção de gastos e de correção de distorções relativas a pagamento de servidores, adequando o índice da folha aos níveis preconizados pela legislação.

O esforço da gestão de André Nezzi vai se revelando uma forma acertada de gestão de recursos públicos. Com a folha salarial absolutamente em dia e compromissos com fornecedores sob controle, a prefeitura de Caarapó já começou a reservar recursos do Tesouro para as obras que a administração municipal quer fazer com recursos próprios. As reservas já somam R$ 2 milhões.

“Queremos investir em pavimentação asfáltica, em recapeamento e em ações de saúde”, diz o prefeito André Nezzi, que, junto com o vice-prefeito Gordo da Tigre, cumpriu agenda em Campo Grande nesta quinta-feira (11) com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), ao lado de prefeitos de municípios que integram o Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento da Região Sul de Mato Grosso do Sul (Conisul). “Estamos planejando e contamos com contrapartida do Estado e apoio do consórcio, através da usina de asfalto que está sendo adquirida e que atenderá os municípios do Conisul para realizar esses empreendimentos”, acrescentou o dirigente.

André Nezzi anunciou ainda que a proposta da administração municipal, para a área de saúde, é regionalizar por completo os atendimentos de média e alta complexidade que hoje têm sido feitos muitas vezes em Campo Grande. “Trazendo esses atendimentos para o âmbito do Conisul, poderemos acabar com as filas, aumentando os atendimentos e proporcionando maior conforto aos pacientes”, concluiu o prefeito de Caarapó.

Dengue

O prefeito André Nezzi chamou a atenção para os casos de dengue que estão ocorrendo no Estado, provocando mortes. Falando diretamente à população de Caarapó, o dirigente disse que todos precisam se engajar na luta de combate ao mosquito transmissor da doença.

“As equipes da Secretaria Municipal de Saúde estão nas ruas, nas escolas, realizando ações de combate e prevenção, mas a responsabilidade maior é da população, que deve limpar os seus quintais, terrenos baldios, eliminando possíveis criadouros do mosquito da dengue. Esse deve ser um esforço conjunto, pois o perigo é real e a dengue mata”, alertou o prefeito de Caarapó.

Nos próximos dias, a Secretaria Municipal de Saúde fará um balanço da situação da dengue no município, mas já se sabe que os casos aumentaram em relação ao ano passado, o que exige um trabalho redobrado dos órgãos públicos e da população.