Projeto do Sesi, com parceria da prefeitura de Dourados, disponibiliza várias atividades às crianças – Foto: Divulgação

Ação é desenvolvida no Jardim Flórida em parceria com o Sesi e é aberta também à comunidade

Com o propósito de destinar à comunidade de forma geral, um espaço onde possa ser possível produzir e fortalecer integralmente a capacidade de cada indivíduo, a Prefeitura de Dourados, por meio da Semed (Secretaria Municipal de Educação), utiliza a biblioteca localizada da escola Avani Fehlauer para a execução do projeto Construindo Conhecimento.

Trata-se de uma ação em parceria com o Sesi (Serviço Social da Industria) e BIC (Biblioteca Indústria do Conhecimento) onde o estudante, principalmente das escolas públicas, é o principal alvo. O Sesi entra com o espaço e o acervo e a prefeitura, por meio de seus funcionários, executa o projeto. Dentro dele são desenvolvidos, inclusive o de robótica, leitura, musicalização, reciclagem e inclusão digital.

A nutricionista e contadora de histórias Marisa Zart, que coordena esse trabalho, ressalta que o Construindo Conhecimento é perseverante no objetivo de favorecer o aprendizado, promovendo cidadania e autonomia, “pois um cidadão bem informado é capaz de realizar melhores escolhas”. Ela destaca que o local (uma biblioteca) é adequado para essas atividades porque é onde são armazenadas informações através de literaturas das mais variadas áreas.

O projeto conta ainda com o apoio da Escola Municipal Avani Fehlauer e do Centro de Educação Infantil Maria de Nazaré, que são unidades educacionais próximas, o que facilita o trabalho. O atendimento semanal chega à média de 500 alunos, podendo ultrapassar esse número se computados os demais beneficiados, que são integrantes da comunidade.

A coordenadora esclarece que a intenção é atender também outras escolas interessadas, mesmo porque existem atividades que são direcionadas exclusivamente a alunos, como de reforço escolar, de educação alimentar e nutricional associado ao projeto hora do conto, leitura e outras. “A extensão e a diversidade do nosso trabalho é desafiador, e nos impulsiona a buscar competência e primor a cada dia”, comentou Marisa.

Mariolinda Ferraz, do Núcleo Pedagógico da Semed, conta que são atividades muito interessantes e que estão dentro da proposta da prefeita Délia Razuk, de levar conhecimento, promover a cidadania e proporcionar às pessoas, condições de obter tudo isso da forma mais objetiva possível. No caso específico de alunos, Mariolinda entende que se trata de um projeto de fundamental importância.