Postos aumentam preços do diesel e da gasolina mesmo sem reajuste da Petrobrás

Alta dos preços ocorre mesmo sem que a Petrobras tenha promovido reajustes em suas cotações nas refinarias

O preço médio do diesel subiu pela sétima semana consecutiva nos postos de combustíveis do Brasil, atingindo a marca de R$ 3,685 por litro, mostrou levantamento publicado pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) nesta sexta-feira (15). A sequência de altas é mesma da gasolina, que ficou 0,15% mais cara na semana, para R$ 4,572 o litro. As informações são do R7.

Com o movimento, o preço final para o consumidor do diesel, combustível mais utilizado do Brasil, apurou alta de 0,27% em relação à semana anterior. O aumento nos preços dos combustíveis ocorre mesmo sem que a Petrobras tenha promovido reajustes em suas cotações nas refinarias em 2021.

O repasse de movimentos de preço nas refinarias aos postos, no entanto, não é automático e nem obrigatório, com a cotação nas bombas dependendo de uma série de fatores, incluindo margens de distribuição e impostos. Os últimos reajustes da Petrobras, que domina o mercado de refino no país, foram anunciados no final de dezembro, quando a empresa elevou o diesel em 4% e a gasolina em 5%.

Concorrente da gasolina nas bombas, o etanol hidratado registrou leve queda de 0,06% na última semana, atingindo preço médio de R$ 3,202 por litro, após ter avançado 0,75% na semana anterior.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.