Equipe da UBS ministrou palestra com esclarecimentos sobre hepatites virais – Divulgação

O Posto de Saúde da vila Cachoeirinha oferece gratuitamente teste de hepatites virais à população. O atendimento é voltado para a comunidade daquela região, mas moradores de outros pontos da cidade podem recorrer ao SAE-CTA (Serviço de Atendimento Especializado) na área central.

A ação foi iniciada nesta semana e seguirá à disposição da comunidade.  O objetivo da Prefeitura de Dourados por meio da Secretaria de Saúde é trabalhar a prevenção e tratamento deste tipo de doença.

O teste é feito rapidamente e o resultado é repassado ao paciente pela equipe de profissionais da saúde cerca de 10 minutos após a coleta do material.

Conforme Damaris Pereira, do Conselho Gestor, caso ocorra o resultado positivo, todo o encaminhamento médico e posterior tratamento são encaminhados pela equipe.

“A população agora conta com esse atendimento e os custos na área particular para hepatites virais são altos e a rede pública oferece o mesmo, dentro do intuito da gestão de cuidar das pessoas”, disse.

Para iniciar os serviços, na quarta-feira (23), sob a coordenação da profissional Bianca P. Sabongi foi realizado o dia “D das Hepatites Virais” com a presença do médico infectologista Pablo Marinho Custódio, responsável pelo programa de hepatites do município de Dourados.

Foi abordado de forma detalhada os sinais e sintomas, formas de contágio, exames e tratamentos existentes, “com clareza, desenvoltura e bom humor”, conforme ressalta a equipe da UBS.

Na ação, o Dr. Pablo reforçou quanto aos pacientes mais vulneráveis, bem como seu acolhimento e exames nas UBSs.

“Hoje as unidades de saúde estão realizando os testes rápidos de hepatites B e C nesses pacientes, bem como nas gestantes no início de cada pré-natal, o que considero de suma importância para o diagnóstico e tratamento precoce com o acompanhamento do paciente”, diz o médico.

A roda de conversa contou com os usuários da unidade, funcionários das equipes 12 e 13 e equipe do NASF (Núcleo de Apoio a Saúde da Família).

Para a coordenadora Bianca Sabongi, a ação foi muito positiva. “Adotamos em nossa rotina a discussão e realização de orientações sobre tópicos relevantes de saúde em nossa população, contando com o acolhimento pelos agentes de saúde e demais profissionais das equipes”, ressaltou.

Inicialmente apenas a unidade de saúde básica daquela região oferecerá o serviço. O horário de atendimento é das 7h às 11h e das 13h às 17h.

Damaris explica que não é preciso agendar, basta ir ao local, fazer a solicitação do teste e aguardar atendimento.

Mais informações podem ser obtidas via telefone: 3411-7771.