Por que o ar condicionado é um aparelho mais útil do que um aquecedor?

Produto pode ser mais versátil e se adequar a diferentes tipos de uso

Nas estações mais frias do ano, há uma procura por aparelhos que possam aquecer o ambiente, como um aquecedor ou um ar-condicionado com função de quente. Para saber qual é a melhor opção para você, é bom ficar atento a alguns fatores, como o clima de onde você mora e a frequência que você utiliza esses equipamentos.

Existem vários tipos de aquecedores: movidos a óleo, água e os elétricos. A principal função desse aparelho é utilizar energia elétrica pelo menos no processo de aquecimento para deixar o ar quente. O aquecimento é rápido, porque o calor entra em contato direto com o ar. Se você mora em uma região extremamente fria em boa parte do ano e precisa aquecer um espaço pequeno, essa é uma boa opção.

O problema desses aparelhos é que eles gastam muita energia e aquecem, geralmente, uma parte restrita. O ar-condicionado com função de aquecer, por sua vez, consegue ser mais eficiente e versátil. Ele pode tanto resfriar o local no calor como deixar o ar quente no inverno. Ao contrário dos aquecedores, estes podem ser utilizados em ambientes mais amplos.

Os condicionadores de ar também podem ser mais econômicos do que os aquecedores. O ar condicionado inverter é um desses exemplos. Ele possui uma tecnologia que faz com que o compressor do aparelho não precise ser desligado completamente. Como não há esses picos de voltagem, ele pode ser 60% mais econômico do que aqueles que não possuem essa tecnologia e a temperatura é estável.

Outro motivo que mostra a versatilidade do aparelho é o fato de existirem diversos modelos no mercado. Não é necessário ter um espaço exatamente muito amplo para adquirir um ar-condicionado, já que existem aqueles que são portáteis e podem ser levados para todos os lugares. Eles não possuem a mesma potência de um aparelho tradicional, mas são indicados para certas ocasiões.

E, por fim, o ar-condicionado é mais ecológico, utilizando apenas energia elétrica e nenhum outro tipo de combustível. A tecnologia inverter, presente em alguns equipamentos, também tem uma premissa ecológica, não utilizando o gás comum (R-22), que agride a camada de ozônio. Antes de fazer uma escolha, no entanto, pesquise muito as aplicações de cada aparelho e as vantagens e os pontos negativos. Cada um tem a sua especificidade e é indicado para um perfil diferente de consumidor.