A Divisão de Operações Aéreas da PRF deu uma exibição à parte com o Helicóptero, com uma chuva de pétalas de rosas para as crianças em tratamento – Divulgação PRF
A Divisão de Operações Aéreas da PRF deu uma exibição à parte com o Helicóptero, com uma chuva de pétalas de rosas para as crianças em tratamento – Divulgação PRF

Esta quinta-feira, 23 de novembro, foi celebrado o Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e demais instituições de Segurança Pública do Estado, e de orientação ao trânsito da Capital, realizaram Ação Nacional alusiva ao Câncer Infantojuvenil.

As atividades começaram logo cedo, no Hemosul, onde policiais de várias forças se uniram para a doação de sangue. O gesto é muito importante no tratamento da doença.

No início da tarde, crianças de várias idades que estão em tratamento contra o câncer se reuniram na AACC (Associação dos Amigos da Criança com Câncer) em Campo Grande/MS. Elas e seus familiares foram recebidas com muito carinho. Em seguida, elas foram escoltadas, como autoridades, para um Shopping da cidade.

Na chegada ao Shopping participaram diversas viaturas, Motocicletas de Batedores e policiais da PRF, Polícia Civil, Polícia Militar, Guarda Civil Municipal e Agentes de trânsito. Inúmeras atrações para a criançada como personagens de animação do clássico “Alice no País das Maravilhas”, pernas-de-pau, Papai Noel, pinturas faciais e “Os Florestinhas” da Polícia Militar Ambiental. A música ficou por conta da Guarda Municipal de Campo Grande.

A Divisão de Operações Aéreas da PRF deu uma exibição à parte com o Helicóptero. Os policiais planaram a aeronave e fez uma chuva de pétalas de rosas para as crianças em tratamento. Foi uma homenagem memorável aos pequenos pacientes.

A ação teve também demonstração de solidariedade com aqueles em tratamento e que perdem os cabelos. Policiais e vários voluntários cortaram suas madeixas na máquina “zero”. A atitude é uma demonstração de empatia com o sofrimento das crianças.

O Evento aconteceu no Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil (23 de novembro) e teve o intuito de chamar atenção da sociedade para doação de sangue, plaquetas e identificação dos sinais e sintomas do Câncer Infatojuvenil, que são inespecíficos o que muitas vezes atrasa o diagnóstico da doença.

A Ação torna o trabalho policial mais humanizado, na medida em que o coloca em proximidade com a questão da fragilidade da vida, principalmente na infância, ao mesmo tempo, fortalece as crianças ao lhes emprestar a simbologia de poder e autoridade carregada pela figura do policial.

Envolvidos

Em 2017, além da AACC – Associação dos Amigos das Crianças com Câncer, participarão da Ação Policiais Rodoviários Federais, Policiais Civis, Policiais Militares, Agentes Municipais de Trânsito, Guardas Civis Municipais, servidores do Governo do Estado, da Secretaria Estadual de Cultura e Cidadania e voluntários da concessionária CCR MS VIA, da Transportadora VOBETO, do Shopping Bosque dos Ipês, Barbeiros em Ação e muitos outros que abraçaram a causa.