Leonardo com policiais que o salvaram de linchamento após acidente de trânsito – Divulgação 3º BPM
Leonardo com policiais que o salvaram de linchamento após acidente de trânsito – Divulgação 3º BPM

O jovem Leonardo Freire Marques, de 24 anos, que foi vítima de lesão corporal praticado por grupo de indígenas logo após envolver-se em um acidente de trânsito do tipo atropelamento envolvendo uma adolescente de 12 anos, ocorrido na Perimetral Norte em Dourados na tarde do último sábado (12), compareceu na sede do 3ª BPM na manhã dessa quinta-feira(17) para fazer um agradecimento especial a equipe da Força Tática pela ação que resguardou sua vida no dia dos fatos.

De acordo com o boletim de ocorrência, o rapaz seguia pela via quando acabou atingindo a menor. Logo em seguida, parou a Yamaha Lander em que estava para auxiliar a menina e acionar o socorro. A mãe da adolescente, uma jovem de 24 anos, começou a gritar e a chamar um grupo que estava ali próximo.

Ainda conforme a ocorrência, em torno de 20 pessoas se aproximaram com pedaços de madeira, flechas e facas e passaram a agredir o rapaz, iniciando um processo de linchamento ao motociclista que conseguiu acionar a Polícia Militar.

De forma rápida equipe da Força Tática chegou ao local, conseguindo resgatar o motociclista e encaminhando o jovem até a UPA para receber atendimento médico.

No local foi recolhido o material usado pelos indígenas para agredir o jovem como pedaços de madeira, uma fecha, uma barra de ferro e três facões.

O jovem agradeceu aos policiais pela ação relatando que eles salvaram a sua vida.

“Vim aqui no batalhão para agradecer a equipe da Polícia Militar que de forma rápida me socorreu. Naquele momento temi pela minha vida e pensei que iria morrer pois os indígenas me agrediram com uma fecha tentando por várias vezes me atingir e os policiais conseguiram conter os agressores e me tirarem do local”, concluiu Leonardo.