A ministra Tereza Cristina – Assessoria

O Plano Safra 2019/2020, anunciado recentemente pelo presidente Bolsonaro e pela ministra Tereza Cristina, prevê R$ 225 bilhões para apoiar a produção agropecuária nacional.

Segundo  a jornalista Carla Mendes, do Notícias Agrícolas, “O plano safra trouxe um aumento nos juros para o grande produtor, por exemplo, subindo de 7% para 8%, e um volume maior para o Seguro Rural que é uma grande demanda do setor, que agora tem garantidos R$ 1 bilhão para esse programa de subvenção ao prêmio do seguro rural. Essas são algumas mudanças, não só para os produtores de uma forma geral, mas principalmente para a cafeicultura foram detalhados alguns pontos como por exemplo, a receita recorde de mais de R$ 5 bilhões para o fundo de defesa da economia cafeeira, o Funcafé, para 2019. Essa foi uma conquista do setor, segundo a avaliação do presidente do Conselho Nacional do Café, Silas Brasileiro, que vem falando muito sobre essa questão das linhas de financiamento de crédito destinadas à produção de café, que vinham na casa dos R$ 3 bilhões para o café, e agora temos esse recorde para os cafeicultores.”