Tendo como objetivo principal orientar os pais que desejam matricular seus filhos em escolas da rede particular de ensino em Campo Grande, equipe da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor – Procon/MS, órgão integrante da Secretaria de Estado de Direitos Humanos – Sedhast, realizou pesquisa para verificação de preços de mensalidades em 57 estabelecimentos de ensino, abordando 45 itens no período de 29 de outubro a 14 de novembro em curso.

Entre os preços praticados, a maior variação representa um índice de 476,45% em dez itens, todos eles apresentados pelo Instituo Harmonia de Educação. Enquanto na escola em questão é cobrado o valor de R$ 1.614,00 para as cinco séries iniciais nos períodos matutino ou vespertino, estabelecimentos como é o caso do Colégio Vida e Luz, fornecem o mesmo serviço por até R$ 280,00 mensais.

Entretanto, apesar dos índices de variação, estes não são ao preços mais altos entre os pesquisados. No colégio Bionatus, por exemplo, o valor cobrado mensalmente para o terceiro ano do ensino médio, em tempo integral, é de R$ 2.600,00 já, no Mon Geant, o preço da mensalidade tanto para o primeiro quanto para o segundo ano do ensino fundamental, em tempo integral, é de R$ 2.434,09. O mesmo serviço pode ser encontrado por R$ 480,00 no Colégio Vida e Luz.

De acordo com o que é apresentado nas planilhas, o Colégio Liceu foi o que apresentou a maior quantidade entre os itens pesquisados (38) e apenas um com melhor preço. Já, no Colégio Vida e Luz foram verificados 15 itens, todos com o melhor preço e, ainda, na Escola O Casulo a verificação se deu em 31 itens, dos quais 14 apresentaram os valores mais altos.