• Por Gilclér Regina

Um dos maiores poderes a seu alcance, vem de uma única qualidade: ver e enxergar em sua imaginação, o que ninguém vê, ou seja, ver o que todo mundo vê, mas enxergar diferente.

Como já dissemos antes, e se o Nelson Mandela tivesse dito que o Apartheid fosse apenas uma percepção e não uma realidade? Como ficaria a história? E se o pastor Martin Luther King tivesse dito que a segregação racial nos EUA fosse apenas fruto de sua imaginação? E se o Steve Jobs tivesse afirmado que a Apple ou o Iphone fossem apenas uma percepção e não algo real.

O lendário Napoleon Hill contava a história da ponte suspensa construída entre os distritos de Manhattan e Brooklin. Próximo dali havia um sapateiro em sua pequena oficina que dizia que aquela ponte jamais seria construída, que aquilo era um projeto impossível. A ponte foi construída e por muitos anos foi considerada a maior ponte do mundo.

Décadas depois da ponte construída e o sapateiro ainda estava questionando como conseguiram fazer aquilo, balançando sua cabeça em descrédito.

Os engenheiros imaginaram a ponte e a fizeram. O bom sapateiro viu a ponte ser construída diante de seus olhos, mas não tinha a habilidade de acreditar que aquilo era possível.

A maioria de nós olha para a vida, para as circunstâncias do nosso cotidiano, para outras pessoas, com o ranço do pessimismo, da restrição e da cautela, com olhos de São Tomé, que provoca o nosso encolhimento e que aqui eu poderia chamar de miopia mental.

Simplesmente recusamo-nos a acreditar em certas coisas antes de as termos visto ou experimentado e com isso acabamos ensinando nossos filhos que “é assim mesmo” e ao invés de partirmos para um ciclo virtuoso frequentamos o ciclo vicioso e ficamos rodando igual uma moto no globo da morte.

Mas nem eu nem você precisamos ser assim. O mundo só muda quando alguém olha para ele com olhos diferentes. Então, se você mudar, o mundo muda com você. Então, olhe em sua volta, para as coisas que estão perto de você, mas olhe com imaginação de sucesso, prestígio e riqueza pois tudo que está a sua volta pode ser melhorado.

Neste momento você pode não resolver o problema de sua cidade, mas pode varrer a frente de sua casa.

O melhor livro ainda não foi escrito, a melhor casa ainda não foi construída, o melhor carro ainda não foi fabricado, a melhor energia ainda não foi descoberta, a melhor escola ainda não foi fundada e o melhor desempenho ainda não foi alcançado. Isso tudo é imaginação? Acredite, tudo isso é real. O jogo apenas começou. Todas as mudanças do mundo são apenas faíscas do que vem por aí.

O principal é isto, começar. A consciência da doença é o princípio da cura. Como disse o poeta português Fernando Pessoa, tudo vale a pena quando a alma não é pequena. Quando você der o pontapé inicial em sua vida, metade do trabalho estará feito. Comece já.

Pense nisso, um forte abraço e esteja com Deus!

  • Gilclér Regina é Escritor e Palestrante Profissional

Uma pessoa simples que se transformou num dos mais reconhecidos Conferencistas do país, com atuações também no exterior.

(PALESTRAS): www.gilclerregina.com.br/contato