Pedro Pepa propõe projeto que prevê apresentação de caderneta de vacinação no ato da matrícula escolar

“Projeto prevê garantir a vacinação das crianças”, afirma Pepa – Foto: Thiago Morais

Após notícias de que famílias estão optando pela não vacinação regular de seus filhos pequenos, seja pela falta de informação ou de estímulo vindo de pais e do próprio sistema público de saúde, o vereador Pedro Pepa (DEM) apresentou projeto de lei que trata do tema.

A iniciativa busca ser mais um instrumento que obriga pais e mães a manterem em dia o calendário de vacinação das crianças, pois, conforme o texto da legislação que será submetida a apreciação dos demais vereadores, será obrigatória a apresentação da caderneta de vacinação dos filhos menores no ato da matrícula escolar, seja na rede pública ou particular de ensino.

Conforme o vereador explicou, nos últimos dias surgiram diversas matérias na imprensa sobre a diminuição da cobertura das vacinas obrigatórias, o que trará resultados catastróficos nos próximos anos. “Vi essas notícias e como legislador pensei em algo para contribuir. Foi quando, após a realização de estudos, tivemos a ideia de criar este instrumento visando inibir a diminuição da taxa de cobertura das vacinas infantis obrigatórias, principalmente aqueles presentes nos primeiros 1000 dias após o nascimento dos menores”, explicou Pepa.

Legislativo

Além do trabalho de fiscalizador que o vereador exerce, Pedro Pepa vem se destacando pela qualidade dos projetos que apresenta, sendo eles úteis e com efetividade, a exemplo disso nos últimos meses apresentou projetos como o Legislativo na Escola, que possibilita levar aos alunos, informações sobre os trabalhos realizados na Câmara, outro que proíbe inauguração de obras inacabadas no município e ainda o projeto que estabelece o dever de prestação de contas por parte da concessionária que administra o saneamento em Dourados.

“Temos sempre pensando no melhor para a população de Dourados. Todos os nossos projetos visam isso, visam o bem-estar de todos. Por isso tenho trabalhado incansavelmente, para trazer um mandato não só de fiscalização, mas que também coopere para as mudanças no município”, comentou Pedro Pepa.