Fernando Nascimento, Coordenador de Agricultura da Semagro, esteve no município na última semana – Foto: Kelly Ventorim

Frente aos sérios problemas de erosões nas propriedades e altos custos de manutenção de estradas vicinais, foi desenvolvido um trabalho de conservação de solo e adequação dessas estradas na Microbacia Hidrográfica ‘Toco do Ipê’, em Novo Horizonte do Sul, município ao sul do Estado. Com isso, a prática conservacionista de construção de terraços para conter o escorrimento superficial de águas pluviais teve grande expansão.

A realização de um trabalho conjunto do Governo do Estado através da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro) e a Prefeitura garantiram essa expansão com a orientação dos produtores e auxilio na demarcação das curvas em nível, através da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural de Mato Grosso do Sul (Agraer) e da Prefeitura que ofertou o serviço de terraceamento, através da locação de dois conjuntos de trator/terraceador principalmente aos produtores de mandioca, de leite e carne, milho. Ao Imasul coube a cedência de um trator, para atender as propriedades localizadas na Zona de Amortecimento do Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema.

Segundo o Coordenador de Agricultura da Semagro, Fernando Nascimento, que esteve no município na última semana, esse trabalho garante proteção para o Rio Guiraí – afluente do Rio Ivinhema – pois centenas de toneladas de sedimentos não chegarão aos seus leitos, evitando o assoreamento desses recursos hídricos e, consequente daquela Unidade de Conservação.

A Polícia Militar Ambiental (PMA) e o Ministério Público Estadual (MPE) tem acompanhado esse trabalho de perto, intervindo quando necessário, naqueles casos em que o produtor resiste em colaborar com o interesse coletivo.

O trabalho que contou com apoio do Sindicato Rural de Ivinhema/Novo Horizonte do Sul e da ADECOAGRO, foi fundamental para conscientização dos produtores do município. Eles puderam conferir de perto a importância de construção dos terraços em toda a Microbacia, ao passo que nenhuma propriedade ficou sem obras de terraços, e ainda a qualidade das estradas após o trabalho de readequação.

No cronograma de trabalho está previsto o cascalhamento das estradas da MBH ‘Toco do Ipê’ buscando melhorias na trafegabilidade, dos 1,5 Km de suas estradas internas, facilitando o transporte de produtos, e o deslocamento dos trabalhadores e estudantes, além de reduzir os custos do frete de insumos e em consequência da produção.