Paulo Henrique, no centro, estreia hoje às 14h no mundial paralimpico em Londres – Divulgação
Paulo Henrique, no centro, estreia hoje às 14h no mundial paralimpico em Londres – Divulgação

Está marcada para acontecer hoje às 14 horas do MS a estreia do paratleta douradense Paulo Henrique Andrade dos Reis, 18 anos, no Campeonato Mundial Paralimpico de Atletismo, que está sendo realizado desde o dia 14, e prossegue até o dia 23 em Londres, na Inglaterra.

Na modalidade de salto em altura, Paulo Henrique estará representando a seleção brasileira competindo contra mais dez paratletas, e embora os favoritos sejam um dos Estados Unidos e outro da Espanha, o douradense possui grandes chances de subir ao pódio acredita Antônio Pietramale, o “Toninho Pietramale”, técnico do rapaz. “O Paulo Henrique hoje está muito bem preparado. Sabemos que é uma competição muito difícil, porém acredito que dado a sua dedicação, ele possa dar tudo de si para subir ao pódio”, disse o treinador do rapaz.

A competição na qual Paulo Henrique estará competindo, de acordo com informação, será transmitida pelo Canal Sport TV e também no facebook da página do CPB (Comitê Paralimpico Brasileiro).

Paulo Henrique foi convocado logo após no dia 23 de abril ter encerrado o Open Internacional Loterias Caixa de Atletismo e Natação, que foi realizado no CTPB (Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro), em São Paulo.

O paratleta douradense e da seleção brasileira vai competir na classe T13 (baixa visão).

Para ser convocado ele bateu o recorde em salto em altura, e com o resultado conquistou o índice e se qualificou para disputar o Campeonato Mundial Paralimpico de Atletismo que neste ano está sendo realizado em Londres, na Inglaterra.

Paulo Henrique, que faz parte do projeto Dourados Paralimpico que é mantido pela Prefeitura por meio da FUNED/SEMED (Fundação de Esporte de Dourados/Secretaria Municipal de educação), igualou o recorde mundial ao saltar 1,81m, marca que era necessária para a sua qualificação para a sua estreia em Mundial.

O CPB (Comitê Paralímpico Brasileiro) convocou 25 paratletas que conseguiram os índices para estar na maior competição internacional paralimpica.