Enfermeiro do trabalho Ewerton de Oliveira e a analista de inovação Gláucia Araújo de Oliveira participaram do evento – Assessoria

Em busca de melhorar a gestão de planos de saúde pelo setor industrial, o Centro de Inovação do Sesi de Mato Grosso do Sul participou, nesta semana, do 4º Fórum da Saúde Suplementar, um dos mais importantes eventos do setor, promovido pela Confederação Nacional das Seguradoras, no Rio de Janeiro (RJ). A analista de inovação Gláucia Araújo de Oliveira e o enfermeiro do trabalho Ewerton de Oliveira Souza participaram do evento em busca de referências para um projeto que é desenvolvido pelo o Sesi nacional em parceria com o Centro de Inovação, o “Gestão de Saúde Suplementar”.

Líder do projeto, Ewerton Souza afirma que o tema do congresso – “O Desafio da Eficiência em Saúde: Um Debate Inclusivo” – foi bastante pertinente para obter mais informações para a evolução do trabalho. “Conseguimos verificar a realidade da saúde suplementar no Brasil, entre eles o processo de envelhecimento rápido da população brasileira, que se acentuou nos últimos 40 anos”, afirmou.

O enfermeiro do trabalho explica que, atualmente, empresas contratantes de planos de saúde, operadoras, prestadores de serviço e governo têm dificuldade em interligar informações de um indivíduo, como um histórico médico. “Este problema foi relatado e não existe um histórico compartilhado que forneça uma visão global da saúde do indivíduo, informações que seriam fundamentais durante a realização, por exemplo, de um exame admissional ou periódico pelo trabalhador”, analisou.

Scrum master do Centro de Inovação do Sesi, Gláucia acrescenta que a ideia é, de fato, transformar os históricos médicos dos trabalhadores em um grande big data. “Com as referências e tendências mundiais na área de saúde suplementar que conhecemos aqui no congresso teremos mais condições de planejar e executar ações para melhorar efetivamente a qualidade da assistência, com dados devidamente estruturados e padronizados”, detalhou.

A analista de inovação explica que scrum master é uma espécie de mentor dentro de um projeto desenvolvido por meio da metodologia da scrum adotada pelo Centro de Inovação para tornar o trabalho mais ágil e inovador. Com foco na área de Sistemas de Gestão em Saúde e Segurança do Trabalho, o Centro de Inovação de Mato Grosso do Sul faz parte de uma rede nacional do Sesi para criar soluções para a indústria do Brasil e cada um deles segue uma linha de pesquisa.