Para Délia, fim da greve na Educação é ‘vitória do diálogo’

A prefeita de Dourados, Délia Razuk – Foto: Assecom

A prefeita Délia Razuk comentou na manhã desta quinta-feira (30) o resultado da assembleia dos professores que decidiu pelo fim da greve parcial da categoria. Ela disse que o grande vencedor neste processo foi o diálogo. Para a prefeita, prevaleceu o bom senso das partes, demonstrando que a conversa pode sempre, trazer bons resultados.

Délia disse que com os professores nas salas de aula os pais se sentem seguros, já que o filho está na escola aprendendo e adquirindo conhecimento, para no futuro se tornar um cidadão de bem. Ela lembrou os avanços na educação em Dourados e, entre outros, destacou a chamada de concursados e a manutenção dos salários em dia.

Os profissionais do magistério vinham mantendo a greve com 34% da categoria, mas na noite de terça-feira (28) a categoria decidiu retornar em cem por cento ao trabalho.

A greve parcial terminou quando os educadores aceitaram a proposta da administração municipal, de implementação do índice de 4,13% para o grupo magistério já na folha salarial do mês de setembro. Com a reposição, o município completa os 6,81%, índice de reajuste estabelecido pelo MEC para o piso nacional de 2018, fixado em R$ 2.455,35 para uma jornada de 40 horas semanais; valor bem inferior à remuneração paga pelo município de Dourados, já que a Prefeitura atualmente paga quase o dobro do piso nacional para professores com curso superior, R$ 4.588,95 pelas mesmas 40 horas.