O Palmeiras não vive bom momento no Campeonato Brasileiro e tentará se recuperar diante do Grêmio, neste sábado, às 21h, em Porto Alegre. O histórico recente do Verdão contra o Tricolor traz esperanças para que o Alviverde volte a vencer: o Palmeiras venceu as últimas quatro partidas entre as duas equipes.

Em 2017, o Verdão venceu o Grêmio por 1 a 0, em partida que aconteceu no Pacaembu. O único gol da partida foi marcado pelo volante Machado, contra. No jogo do segundo turno, em Porto Alegre. O Palmeiras conseguiu vitória contundente fora de casa, por 3 a 1. Dudu, duas vezes, e Moisés, marcaram para o Alviverde.

No ano passado, o Verdão teve uma das melhores atuações do ano, sob comando de Roger Machado, e venceu o Grêmio por 2 a 0, com dois gols de Willian. No segundo turno, a partida aconteceu novamente no Pacaembu e o Palmeiras repetiu o primeiro placar de 2018. Deyverson marcou os dois gols da vitória do time comandado por Felipão.

Dudu, que atuou no Grêmio em 2014, relembrou os confrontos recentes contra o time gaúcho e projetou a sequência de partidas contra o Tricolor, já que, logo em seguida ao jogo do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras enfrentará o time comandado por Renato Gaúcho pela Libertadores.

“A gente sabe que é muito difícil jogar lá, mas a gente faz bons jogos contra o Grêmio. Ano passado conseguimos vencê-los. Esperamos que esse ano a gente consiga fazer três grandes jogos contra eles e passe para a semifinal da Libertadores”, disse Dudu.

“Sabemos também do compromisso pelo Campeonato Brasileiro e precisamos de um bom jogo para retomar as vitórias. Vai ser um jogo muito difícil, o Grêmio tem um bom time, que joga há muito tempo junto. Quem for ao jogo vai ver grandes jogos sem dúvidas nenhuma”, completou.

Palmeiras e Grêmio farão três confrontos em um intervalo de 11 dias. Depois da partida válida pelo Brasileirão neste sábado, os times se enfrentarão em Porto Alegre na terça-feira que vem, no jogo de ida das quartas de final da Libertadores, e no dia 27, no Allianz Parque, na partida de volta da competição continental.

Da Gazeta Esportiva