Palmeiras pode ter mais de dez ‘reforços’ para início das oitavas de final da Libertadores

Clube agendou novos exames e confia que terá atletas no duelo decisivo contra o Delfín

Técnico Abel Ferreira pode ganhar reforços para Libertadores – Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Desde domingo, o Palmeiras virou a chave na temporada. Saiu o Campeonato Brasileiro, depois da derrota por 1 a 0 sobre o Goiás, e entrou a Copa Libertadores da América, justamente em um momento tumultuado.

Com quase 20 infectados pela Covid-19, o clube aguarda o fim das surpresas (e da quarentena) e exames negativos para ter um time minimamente reforçado no torneio sul-americano.

O Palmeiras entra em campo pela Libertadores na quarta-feira, a partir das 19h15 (de Brasília), contra o Delfín, em Manta, sob a esperança de ter mais de dez reforços em relação aos atletas contaminados.

Do grupo infectado, o técnico Abel Ferreira já conta com cinco retornos praticamente assegurados: Luan, Gabriel Menino, Danilo, Rony e Gabriel Silva, que treinam na Academia de Futebol.

O clube promoveu duas rodadas de testes (domingo e segunda-feira) e ainda adiou a viagem do grupo para contar com o maior número de atletas. Toda a delegação embarca para o Equador somente na tarde de terça-feira, em voo fretado, depois de trabalhar na Academia de Futebol pela manhã.

Para entrar no país, o visitante deve apresentar exame de PCR negativo, o que faz o clube alviverde aguardar até o último instante para contar com o máximo de retornos possíveis para o jogo de mata-mata.

Segundo regulamento da Copa Libertadores, as delegações visitantes precisam estar no mínimo 24h antes no local da partida.

A diretoria até tinha reservado o avião da patrocinadora para levar um grupo de jogadores na noite de terça. Porém, diante desta questão burocrática, desistiu e vai em apenas um voo para chegar a Manta, a fim de levar o máximo de recuperados.

De todos os contaminados, Luan e Gabriel Menino, que já atuaram em Goiânia, além de Danilo, Rony e Gabriel Silva, ultrapassaram os dez dias de quarentena.

Matías Viña e Gabriel Veron também podem reforçar o grupo. O lateral está em isolamento desde o dia 14, no Uruguai, passando por monitoramento diário do Palmeiras. Já o jovem atacante anunciou a infecção no domingo, dia 15, e também se encontra na reta final de isolamento.

Há a expectativa de mais cinco atletas que finalizam os dez dias de quarentena justamente na quarta-feira, data da partida. Caso testem negativo e cumpram o protocolo de viagem para o Equador, mostrando o PCR negativo, o quinteto também embarcaria junto na terça-feira para reforçar o desfalcado elenco.

Neste grupo em fim de quarentena estão dois goleiros (Jailson e Vinicius Silvestre), dois zagueiros (Alan Empereur e Kuscevic) e um meio-campista (Gustavo Scarpa).

Os dois defensores, reforços recentes do Palmeiras, foram inscritos no último domingo. O Palmeiras promoveu cinco trocas na lista entregue à Conmebol para as oitavas de final.

Ainda da lista dos infectados pela Covid-19 nessa faixa de data, Quiñonez, Pedro Acácio e Marino não estão entre os 47 nomes palmeirenses enviados para a Conmebol no início do torneio.

Por outro lado, em relação aos inscritos, os desfalques praticamente certos por conta da Covid-19 são Raphael Veiga, Anibal, Breno Lopes e Willian, que testaram positivo na última quinta-feira e ainda estarão no período de quarentena enquanto o Palmeiras abre a fase oitavas de final.

Já o meia Alan, anteriormente emprestado ao Guarani e de volta ao clube para se recuperar de uma fratura, também se encontra neste último grupo dos infectados.

Do Globo Esporte

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.