Palmeiras estreia na Libertadores com vitória na Argentina sobre o Tigre

O Palmeiras estreou na edição de 2020 da Copa Libertadores de maneira bem-sucedida na noite desta quarta-feira. No Estádio Monumental Victoria, o time comandado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo se impôs desde o começo da partida e ganhou do Tigre por 2 a 0.

O Palmeiras inaugurou o marcador no primeiro tempo por meio de Luiz Adriano. Na etapa complementar, a equipe visitante passou a mandar no jogo desde a expulsão de Acuña e aumentou em um belo gol de Willian. Assim, marcou seus primeiros três pontos no Grupo B do torneio continental.

Às 21h30 (de Brasília) desta terça-feira, pela segunda rodada da Copa Libertadores, o Palmeiras volta a campo para enfrentar o Guaraní, no Allianz Parque. Antes, às 17h30 de sábado, o time alviverde recebe a Ferroviária, pela nona rodada do Campeonato Paulista.

O Jogo – O Palmeiras foi superior no começo da partida e saiu na frente logo aos 15 minutos. Atento, Gabriel Menino interceptou passe pela direita e a sobra ficou com Willian, que achou Dudu. O camisa 7 foi desarmado, mas Willian recuperou e passou para Luiz Adriano chutar com precisão da entrada da área.

Após sofrer o gol, o Tigre subiu sua marcação e passou a impor mais dificuldades ao Palmeiras. Pouco depois da abertura do placar, o Palmeiras tomou um susto. Morales aproveitou saída errada de Felipe Melo e tocou para chute perigoso de Cavallaro da entrada da área.

O Tigre passou a gostar do jogo, enquanto o Palmeiras sofria para chegar ao ataque de maneira consistente. Em jogada pelo lado direito da defesa, Gabriel Menino vacilou ao tentar dominar a bola, Melivillo tomou e chutou cruzado, bem perto da trave esquerda de Weverton.

Logo no começo da etapa complementar, pouco depois de cabeçada perigosa de Morales, o Palmeiras quase aumentou sua vantagem. Dudu recebeu de Rony, chapelou a marcação e ajeitou para Ramires. De fora da área, o meio-campista acertou o travessão de Marinelli.

O Palmeiras passou a jogar com um a mais aos 15 minutos do segundo tempo, quando Acuña foi expulso por chutar Rony. Quatro minutos depois, após Rony perder grande chance, o time brasileiro aumentou. Willian recebeu do próprio Rony, ajeitou com a direita e, de canhota, acertou o ângulo direito de Marinelli.

O time brasileiro desperdiçou grandes chances de anotar o terceiro gol. Rony parou em Marinelli, Willian pediu pênalti ao tentar driblá-lo e, depois, conseguiu passar goleiro fora da área pela esquerda, mas acertou o travessão. Sem correr riscos no campo de defesa, o Palmeiras garantiu a vitória fora de casa.

Ficha Técnica
Tigre 0 x 2 Palmeiras

Local: Estádio Monumental Victoria, em San Fernando (ARG)
Data: 4 de março de 2020 (quarta-feira)
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Wilmar Roldán (COL)
Assistentes: Dionisio Ruinz (COL) e Miguel Roldan (COL)
Cartões amarelos: Gabriel Menino (PAL); Ortiz e Lucas Rodriguez (TIG)
Cartão vermelho: Acuña (TIG)
Gol:
PALMEIRAS: Luiz Adriano, aos 15 minutos do 1º Tempo, e Willian, aos 19 minutos do 2º Tempo

TIGRE: Marinelli; Acuña, Alcoba, Moiraghi e Lucas Rodriguez; Prediger, Ortiz (Domínguez), Cavallaro (Luna) e Morales; Dening e Melivillo (Galmarini)
Técnico: Néstor Gorosito

PALMEIRAS: Weverton; Gabriel Menino, Felipe Melo, Gustavo Gomez e Matias Viña; Bruno Henrique, Ramires (Luan) e Dudu; Rony, Willian (Zé Rafael) e Luiz Adriano (Gabriel Veron)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Da Gazeta Esportiva