O presidente da Fiems, Sérgio Longen – Divulgação

O lançamento pelo governador Reinaldo Azambuja do pacote de obras com investimento da ordem de R$ 4,2 bilhões trará um avanço significativo para a economia de Mato Grosso do Sul, conforme pontuou o presidente da Fiems, Sérgio Longen. “Entendo que nós estamos há tempos esperando por investimentos por parte da máquina pública, pois temos comemorando o avanço da economia do Estado em vários setores, como na indústria, por exemplo, mas a gente sentia falta dessa contrapartida. Então, neste momento de instabilidade, o Governo do Estado vem de uma forma bem positiva mostrar uma capacidade de investimentos satisfatória e que atende as demandas de todos os 79 municípios sul-mato-grossenses”, declarou.

Sérgio Longen acrescenta que tem visitado muitos municípios de Mato Grosso do Sul e conversado com vários prefeitos e muitos empresários e todos estão ansiosos para o início desses investimentos do Governo do Estado, que, em grande parte, estarão voltados para a infraestrutura estadual. “Investimentos em infraestrutura, como estradas e pontes, acabam impactando positivamente na produção. É significativo o volume de investimentos que o Governo fará e nós ficamos felizes em ver que os altos impostos pagos estão tendo o destino certo”, reforçou.

O pacote

Segundo o governador Reinaldo Azambuja, os projetos foram definidos após as reuniões do programa “Governo Presente”, que visitou todas as regiões de Mato Grosso do Sul e definiu como prioridades as áreas de infraestrutura, saúde, educação e segurança com obras e investimentos até o fim de 2022. Para área de infraestrutura estão previstos mil quilômetros de novas rodovias, com investimento de R$ 1,2 bilhão. Também entram no pacote, recapeamento de 950 quilômetros (R$ 220 milhões), obras de avenidas e ruas dentro das cidades (R$ 310 milhões), além de pavimentação e drenagem. Outro foco será a substituição de 142 pontes de madeira por concreto, com aporte de R$ 90 milhões, para melhorar o tráfego e escoamento da produção.

Em Campo Grande, haverá a revitalização da Avenida Mato Grosso e está prevista a implantação de um novo acesso que vai ligar a região das Moreninhas a área central. No interior, a cidade de Ponta Porã vai ganhar um anel viário, com a intenção de reduzir o tráfego de veículos pesados da cidade. Para ajudar o turismo, serão asfaltados os acessos ao Balneário Municipal de Anaurilândia, assim como 250 quilômetros de rodovia no Pantanal, que liga as regiões do Paiaguás a de Nhecolândia. O distrito de Taunay, em Aquidauana, terá uma nova estrada (acesso), assim como o porto de Porto Murtinho e o campus da IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) de Nova Andradina.

Deputado Zé Teixeira