“Outubro Rosa” é lançado na Policlínica da Mulher e reforça importância do diagnóstico precoce no tratamento contra o câncer

O prefeito Alan Guedes esteve presente no início das atividades – Assecom

Mês é voltado para o cuidado com o câncer de mama e colo do útero

A Policlínica da Mulher realizou na quarta-feira (6), em comemoração ao Outubro Rosa, um dia voltado para ressaltar a importância dos exames que identificam o câncer de mama e do colo de útero. A clínica atende cerca de 100 mulheres por dia. O prefeito Alan Guedes esteve presente no início das atividades.

“É nosso trabalho garantir que a população tenha acesso aos exames de forma facilitada. Durante todo o ano a Policlínica realiza os atendimentos, com acompanhamento desde o exame até a confirmação dos casos de câncer. No entanto, o mês de outubro vem para reforçar essa necessidade do autocuidado e da realização de exames”, aponta o prefeito Alan Guedes.

A diretora da Clínica da Mulher, Valquíria Espíndola Matoso, reforça que diversos exames de prevenção são oferecidos, como a mamografia e o papanicolau. “Além desses exames nós temos os outros tipos, como a ultrassom transvaginal e serviços de obstetrícia. Tudo realizado através do SUS (Sistema Único de Saúde), de forma gratuita para toda a população”, destacou.

O evento de abertura do Outubro Rosa ocorreu com o oferecimento de café da manhã, palestras e atividades realizadas pelos alunos da Unigran. A médica Ana Teresa Gusmão De Lúcia, foi uma das palestrantes e destacou a importância para a realização de exames de rotina e do auto exame.

“O Outubro Rosa é aquele mês dedicado à conscientização e o alerta para o câncer de mama, já que este é o tipo de câncer mais frequente na mulher e também o que mais mata. Portanto, quanto mais cedo o diagnóstico for realizado, maiores são as chances de cura e quanto mais cedo esse esse tratamento também for iniciado, maiores são os sucessos terapêuticos”, frisou.

A médica Viviane Andreatta, que também palestrou, reforçou a necessidade de realizar os exames periódicos para identificação do câncer de mama e destacou que homens também devem estar atentos, pois também podem vir a desenvolver a doença.

“A partir dos 40 anos a mulher deve manter em dia a mamografia, essa é a principal forma para identificar nódulos ainda no início e caso seja identificado, o tratamento do câncer possui diversos meios, podendo incluir cirurgia, radioterapia, quimioterapia, hormônio terapia, imunoterapia e terapia alta. Tudo isso vai depender do tipo histológico e tipo imunoistoquímico da neoplasia, é muito importante que qualquer pessoa, homem ou mulher que sinta algum nódulo na mama, procure o serviço de saúde”, assegurou.

Já o secretário municipal de Saúde, Waldno Lucena Júnior, ressaltou que as UBS (Unidades Básicas de Saúde) também realizam preventivos e caso necessário poderá ser encaminhado para o CAM.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.