Exames duraram dois dias e cerca de 400 pessoas foram atendidas de graça – Assessoria

Em dois dias, cerca de 400 pessoas foram atendidas de graça por médicos cardiologistas, enfermeiros, nutricionistas e fisioterapeutas do Hospital do Coração na Campanha Outubro Rosa. Na última quinta-feira, mais de 200 receberam exames de glicemia, aferição de pressão, da frequência cardíaca e o Índice de Massa Corpórea (IMC), no Pátio Central e, na sexta, outras 170 foram atendidas em frente ao Hospital do Coração, na Rua Cândido Mariano, 1703. “Ficamos satisfeitos com essa mobilização, muitas mulheres vieram e receberam orientações de saúde. Elas entenderam que, além dos preventivos ginecológicos e de mama, é necessário fazer o check up cardiológico anual”, comentou a cardiologista Sandra de Andrade.

Dos atendimentos, quatro mulheres apresentaram mais riscos às doenças cardiovasculares e vão passar pelo acompanhamento médico do Hospital do Coração. Uma delas é a dona Neide Matias, de 77 anos. Às 5h40, ela já estava na porta do estabelecimento hospitalar aguardando pela ação dos profissionais da saúde. “Eu vim cedo, porque não consigo marcar um médico cardiologista e precisava mostrar os meus exames”, comentou a idosa.

Números da Organização Mundial da Saúde (OMS) revelam que a incidência de doenças cardiovasculares cresceu no público feminino. De 10 casos, quatro são mulheres e, antes, chegava a uma e, de acordo com a médica Sandra de Andrade, a maioria tem sido fatal. “Até o coração da mulher é diferente. Por isso, ela precisa ter atenção redobrada a partir dos 40 anos. Os infartos são mais frequentes no climatério e após a menopausa”, explicou.

Por esses fatores, conforme a médica Sandra de Andrade, a equipe do Hospital do Coração abraçou a campanha Outubro Rosa e ofereceu três check ups cardiológicos completos e três exames de mamas. “O grupo identificou quatro mulheres com riscos a doenças cardíacas, tínhamos três check ups previstos, mas conseguimos e vamos atender as quatro”, comentou.

Serão contempladas com o check up completo pelo Hospital do Coração: Maria Imaculada da Silva, de 53 anos, Marilda Miranda, 64, Neide Matias, 76 e Gilvandete Félix dos Santos, de 44 anos. Outras três mulheres, Maria Sebastiane da Costa, 60, Sônia Cândido Teodoro, 56 e Jacy Gomes da Rocha, de 69 anos, poderão realizar exames da mama de graça.

Novembro Azul

A campanha era voltada para as mulheres, mas os homens que participaram também foram atendidos. O aposentado José Miranda, 75 anos, ficou satisfeito. “É tão difícil o atendimento na saúde pública, que eu não poderia perder essa oportunidade”, disse.

No próximo mês, a equipe do Hospital do Coração pretende também participar da campanha Novembro Azul e vai promover ações de prevenção à saúde masculina. “Os homens também serão convidados para passarem pela nossa equipe multidisciplinar e farão a triagem para evitar doenças do coração”, comentou a médica Sandra de Andrade.