O atentado não fez nenhuma vítima, além do próprio terrorista – Foto: Ansa

Um jovem de 17 anos cometeu um atentado suicida na sede do Serviço Federal de Segurança (FSB) da Rússia em Arkhangelsk, no norte do país, nesta quarta-feira (31).

O ato é investigado como “terrorismo” pelas autoridades e foi perpetrado por meio de uma bomba caseira. Três funcionários do FSB ficaram feridos, de acordo com a agência de notícias russa “Tass”.

“Segundo dados preliminares, a pessoa que entrou no edifício pegou da sua bolsa um objeto não identificado que explodiu em suas mãos, provocando ferimentos fatais”, declarou o Comitê Antiterrorista Russo (NAC).

De acordo com a imprensa local, o suposto terrorista se chamava Mikhail Zhlobitskiy, que usava o pseudônimo “Valerian Panov” no aplicativo de mensagens Telegram, onde acusou o FSB de “fabricar casos penais e torturar pessoas”.

Da AnsaFlash