Operação Lei Seca aplica mais de 180 mil reais em multas em Dourados

O DETRAN realizou Operações Lei Seca com apoio da Policia Militar nos últimos finais de semana e acabaram flagrando mais de 50 motoristas dirigindo sob a influência de álcool. as ações foram realizadas nos dias 1, 2, 3, 7, 8 e 9 de abril de 2022 e o foco foi tirar de circulação motoristas que dirigiam embriagados e evitar acidentes de trânsito com morte.

Equipes operacionais do 3º Batalhão da PM de Dourados apoiaram e prestaram segurança as equipes do DETRAN que realizaram diversas operações blitz durante a noite e madrugada nos últimos dois finais de semana, chegando os seguintes resultados:

Foram realizados 558 testes de alcoolemia (passivo e ativo), resultando na confecção de 114 autos de infração de trânsito.

Desses autos, 45 foram por recursar-se a fazer o teste do etilômetro ativo; 9 por conduzir veículo automotor sem a carteira nacional de habilitação e 7 por conduzir veículo sob a influência de álcool.

Infrações por licenciamento vencido e outras administrativas também foram confeccionadas durante as operações.

No total 8 veículos foram recolhidos ao pátio do DETRAN de Dourados e 7 pessoas encaminhadas ao plantão de polícia judiciaria por dirigir sob influência de álcool.

Lembrando que conforme a nova legislação de trânsito, com uso do equipamento chamado Alcolizer, o condutor passa por um teste passivo para a detecção de álcool sem quantifica-la.

Uma vez detectada a presença de álcool expelido pelo ar, o condutor é convidado a fazer o teste ativo, onde será quantificado a quantia de álcool por litro de ar alveolar.

O condutor pode se recusar a fazer o teste, assinando um termo de constatação que gera uma infração gravíssima, somente administrativa e com pena pecuniária de R$ 2.934,70;

Por sua vez, se o condutor aceitar fazer o teste, são aferidos valores e determinadas suas consequências:

– Até 0,04 mg/l, o motorista será liberado e sem pena pecuniária;

– De 0,05 mg/l a 0,33mg/l a infração é gravíssima e somente administrativa, com pena pecuniária de R$ 2.934,70;

– Quando o resultado for igual ou acima de 0,34 mg/l, o motorista é preso em flagrante por crime de trânsito, sem prejuízo das medidas administrativas e pecuniárias inerentes ao fato de conduzir veículo automotor sob influência de álcool.

Nestas ações de Lei Seca, os agentes do DETRAN imputaram um total de mais de 180mil reais em penas pecuniárias a condutores irregulares na cidade de Dourados.

As operações devem ter continuidade nos próximos finais de semana.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.