Operação cumpriu quatros mandados de prisão e seis mandados de busca e apreensão no município – Divulgação/PC

A Polícia Civil de Fátima do Sul, coordenada pelo Delegado de Polícia Bruno Humelino, com a finalidade de reprimir o tráfico de entorpecentes deflagrou neste sábado a Operação Dolos objetivando cumprir quatros mandados de prisão e seis mandados de busca e apreensão no município.

Com o apoio de diversas unidades policiais da Regional de Fátima de Sul e Dourados, a cidade acordou com mais de vinte policiais nas ruas – dentre eles seis Delegados de Polícia – e cães farejadores do canil da PMMS.

A operação foi deflagrada em virtude de uma investigação exaustiva em que se constatou que empresários da cidade valiam-se de seus estabelecimentos comerciais para vender cocaína a pessoas de alto poder aquisitivo residentes na cidade de Fátima do Sul. Apurou-se que os dois empresários possuíam estabelecimentos de fachadas cujo escopo era simular a presença de uma atividade lícita para ocultar a venda de entorpecentes. Em vista disso, surgiu o nome da operação, tendo em vista que na mitologia grega dolos é um espírito maligno que personifica a fraude, o engano, ardil.

Em decorrência das buscas foi possível prender quatro autores em flagrante delito por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Além disso, foram apreendidos quantidade superior a um quilo de cocaína, dois automóveis (um deles de luxo), uma pistola calibre 380 com numeração suprimida, quase quatro mil reais em dinheiro, um notebook, máquinas de cartão, cheques e cadernos com anotações de clientes.