Operação do Exército inspeciona comércio de armas e munições

Policiais vistoriando uma das lojas que comercializa armas e munições – Foto: SFPC 9ª Região Militar/Divulgação
Policiais vistoriando uma das lojas que comercializa armas e munições – Foto: SFPC 9ª Região Militar/Divulgação

A 9ª Região Militar realizou nesta semana, entre os dias 30 de maio a 01 de junho, por intermédio do Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados (SisFPC/9), a Operação Alta Pressão IV, que contou com a participação dos Órgãos de Segurança e Ordem Pública (OSOP), Agências Governamentais, e teve como objetivo fiscalizar Pessoas Jurídicas que lidam direta ou indiretamente com Produtos Controlados pelo Exército – PCE, em particular armas e munições.

Mais de 800 militares e agentes, distribuídos pelas áreas de responsabilidade das 12 Regiões Militares, fizeram parte da ação. Ao todo, 700 empresas foram verificadas, o que significa cerca de 70% do total de empresas registradas e autorizadas pelo Exército.

No Mato Grosso do Sul, área de abrangência da 9ª Região Militar, foram realizadas 36 inspeções em comércios de armas e munições. A ação empregou 10 equipes, compostas por fiscais militares do Exército Brasileiro e integrantes dos Órgãos de Segurança Pública, abrangendo mais de 20 municípios, totalizando aproximadamente 5.500 km rodados.

O balanço final resultou na autuação de oito empresas por não atenderem à legislação vigente, sendo apreendidas 300 unidades de espoletas e diversas munições de diferentes calibres.

As ações de fiscalização buscam reduzir o comércio indevido de armas e munições, assim como o desvio destes artigos para uso em atividades ilícitas, aumentando a sensação de segurança junto à sociedade brasileira.

Matéria atualizada às 9h14 para acréscimo de informações