Droga apreendida pesou 386 quilos – Divulgação

Em uma operação conjunta da PRF (Polícia Rodoviária Federal), PF (Polícia Federal) e o apoio de cães farejadores da PM (Polícia Militar), foram apreendidos 386 quilos de cocaína escondidos em um compartimento oculto de uma carreta Scania. A droga estava dividida em tabletes de cocaína pura e pasta base.

A carreta era conduzida por um morador de Dourados, de 37 anos, e estava carregado com carga de milho que teria saído de Antônio João para ser entregue em Boituva/SP.

Na abordagem, que foi realizada na MS-164, entre Ponta Porã e Dourados, na tarde desta quarta-feira, 18, os policiais suspeitaram da origem dos pneus novos, instalados na carreta. Questionado pelos policiais, o condutor contou que havia comprado os pneus no Paraguai.

O condutor demonstrou-se nervoso com a abordagem policial, sendo realizada uma vistoria minuciosa com o auxílio do Canil da Polícia Militar, onde foi encontrado 386 quilos da droga em um fundo falso no semirreboque. Ele admitiu que ganharia R$ 100 mil para entregar a droga no Estado de São Paulo. A cocaína pura estava separada em tabletes vermelhos e a pasta base em tabletes marrons. A droga, vendida nos grandes centros, alcança um preço médio de R$ 30 mil o quilo, dando um prejuízo de mais de R$ 10 milhões ao narcotráfico.

O preso, o veículo e o entorpecente foram encaminhados à Polícia Federal em Dourados.

Orteco