Operação contra pedofilia prende uma pessoa em Campo Grande

Policiais com malotes contendo material apreendido em endereços vasculhados – Foto: Henrique Kawaminami

Pelo menos uma pessoa foi presa em endereço vasculhado pela PF (Polícia Federal) na manhã desta quarta-feira (6) durante a Operação Inocência Violada. Segundo o Campo Grande News, o homem, vestido de azul, chegou à sede da PF em Campo Grande sem algemas, mas na parte de traz de um veículo descaracterizado escoltado por viatura. Na garagem, ele desceu do carro de cabeça baixa e foi levado para dentro do prédio por dois agentes.

A Polícia Federal não informou o local e nem por qual motivo o homem foi preso. Mas, desde cedo, as equipes estão nas ruas de cinco cidades de Mato Grosso do Sul em operação contra rede de distribuição de arquivos contendo pornografia envolvendo crianças e adolescentes. Equipes cumprem 11 mandados de busca e apreensão em Campo Grande, Chapadão do Sul, Jardim, Miranda e Naviraí.

A PF divulgou ainda que materiais apreendidos e possíveis presos em flagrante serão conduzidos às sedes da Polícia Federal em Campo Grande, Naviraí, Ponta Porã e Três Lagoas. Como não há mandados de prisão, o homem que foi conduzido até a superintendência na Capital é um dos flagrados cometendo ilegalidades.

Operação – A Inocência Violada tem objetivo de combater o armazenamento e compartilhamento destes arquivos que contém, segundo a PF, cenas de “sexo explícito”.

A ação é resultado de apuração que começou em abril de 2018, a partir de monitoramento pela internet. Os investigadores identificaram pessoas que estariam acessando arquivo com as imagens dos estupros.