No dia do psicólogo, Semas destaca atuação de profissionais em prol da vida

Secretária de Assistência Social, Maria Fátima, destaca trabalho dos profissionais da psicologia em Dourados – Foto: Arquivo/Assecom

Neste dia 27 de agosto celebra-se o Dia Nacional do Psicólogo, profissional responsável pela promoção da saúde emocional. Em Dourados, a Secretaria de Assistência Social enaltece o trabalho desenvolvido por psicólogos nos Cras (Centro de Referência da Assistência Social), Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), Centro Pop (Centro de Referência Especializado à População em Situação de Rua), Viva Mulher e demais espaços.

“São profissionais que atuam incansavelmente pelo ser humano, para instruí-los a lidar de forma mais leve e prazerosa em todos os eixos da vida e que merecem reconhecimento por este trabalho conduzido acima de tudo pelo amor ao próximo”, destaca a secretária de Assistência Social, Maria Fátima Silveira de Alencar.

O profissional de psicologia atua nas áreas clínica, esportiva, educacional, hospitalar, jurídica, organizacional e do trabalho, social, entre outras.

A importância do psicólogo em instituições públicas e privadas é cada vez mais motivo de debate, dada a importância de sua autuação com impacto positivo para as relações humanas e identificação e desenvolvimento de habilidades.

Além do trabalho em situações específicas como a superação de obstáculos, dores, lutos, depressão, fobias, ansiedades ou transtornos mentais, a psicologia tem cada vez mais sua importância reconhecida para os processos cotidianos do ser humano em lidar com as mudanças cotidianas da vida, autoconhecimento, qualidade de vida, desenvolvimento de habilidades, e condução de sentido na vida pessoal e profissional.

A Secretaria de Assistência Social, Maria Fátima Silveira de Alencar, saúda a todos os profissionais do meio em Dourados e destaca uma conhecida frase de um grande nome da psicologia: “Sua visão se tornará clara, somente quando você olhar para dentro do seu coração. Quem olha para fora, sonha. Quem olha para dentro, acorda” (Carl Jung).