“É uma transformação muito gratificante”. É assim que Gleice Montroni descreve o trabalho da Equoterapia, do Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural –, com sua filha Gabrieli, com Síndrome de Down, no município de Rio Brilhante – a 160 km de Campo Grande. Esse é o caso de sucesso da série “Senar/MS Transformando Vidas” especial em comemoração ao dia das mães.

Emocionada, a mãe de Gabrieli conta: “A primeira comparação que fazemos é questão de comportamento. Ela tinha um pouco mais de nervosismo e percebemos que ela começou a acalmar mais, a concentração nas atividades dela também melhorou. Foi uma das partes que mais chamou atenção no tratamento”, ressaltou.

Há quase um ano realizando a equoterapia, Gabrieli adora o contato com os cavalos do projeto que tem a parceria do Sindicato Rural e da Apae do município. “No começo teve uma certa resistência, porque nunca teve contato, mas depois que ela monta não quer mais ir embora. É uma transformação muito gratificante. É um trabalho que conheço há pouco tempo, mas na nossa família está tendo um resultado muito positivo”, comentou.

Com os resultados positivos, a mãe ajuda a divulgar e aconselha todos que precisam a participarem do programa. “É uma parceria entre a família, a sociedade, o Senar/MS com esse apoio muito valioso. Na nossa casa está sendo maravilhoso. Já tinha conhecimento da Equoterapia, mas mais pela mídia. Mas conhecer pessoalmente, só depois da Gabrieli. Conhecemos mais aprofundado e apoiamos a causa no que precisar. A gente divulga também. No que a gente pode estar repassando, fazemos”, completa.