Nível de radiação em Chernobyl é ‘normal’, diz Aiea

Central nuclear foi ocupada por russos entre fevereiro e março

Vista aérea da central nuclear de Chernobyl, na Ucrânia – Foto: ANSA

A Agência Internacional de Energia Atômica (Aiea) afirmou nesta terça-feira (26) que o nível de radioatividade na central nuclear de Chernobyl, na Ucrânia, é “normal”.

A notícia chega no dia do aniversário de 36 anos da explosão em um dos reatores da usina, naquele que é considerado o maior desastre nuclear da história.

“O nível de radiação, eu diria, é normal”, declarou o diretor da Aiea, Rafael Grossi, durante uma visita à central ucraniana.

Segundo ele, no entanto, houve aumentos nos índices de radiação em função do deslocamento de equipamentos pesados durante o breve período de ocupação russa em Chernobyl, entre fevereiro e março.

Ainda de acordo com Grossi, a tomada da central pelas tropas de Moscou foi “muito, muito perigosa.” A ocupação teve início em 24 de fevereiro, primeiro dia da invasão russa à Ucrânia, e durou até o fim de março, quando o Kremlin decidiu concentrar suas tropas na tomada do Donbass.

Autoridades ucranianas afirmam que militares russos podem ter sido expostos à radiação ao realizar escavações em diversos locais. A central de Chernobyl hoje está desativada, enquanto o reator destruído pela explosão de 1986 é protegido por uma enorme cúpula de aço.

Errata: A primeira versão deste texto dizia que o nível de radiação em Chernobyl era “anormal”, fruto de um erro de entendimento da declaração de Rafael Grossi (“abnormal” ao invés de “at normal”).

Da AnsaFlash

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.