Neli Abdulahad quer concha acústica no Parque dos Ervais e coleta seletiva em bairros

Vereadora Neli Abdulahad – Foto: Assessoria

Para valorizar o espaço cultural em nosso município, a vereadora Neli Abdulahad encaminhou na tarde desta terça-feira, 30 de outubro, uma indicação ao prefeito Hélio Peluffo, solicitando a construção de um palco no estilo “concha acústica” no Parque dos Ervais Prefeito Ayres Marques.

O pedido também foi direcionado ao secretário municipal de Governo e Comunicação, Dr. Eduardo Esgaib Campos, a diretora presidente da FUNCESPP, Maria Celma Geminiano Pelusch e ao secretário municipal de Obras e Urbanismo, André Messias Manosso.

De acordo com a parlamentar, a realização do serviço solicitado, beneficiaria ainda mais os eventos culturais realizados em nosso município. “Sabemos da gama de eventos que são realizados anualmente em nossa cidade, e sempre há necessidade de alugar e montar uma enorme estrutura metálica, gerando um gasto à mais para atender essa demanda, por isso solicito a construção da concha, para maior proveito dos eventos”, destacou.

Patrolamento e cascalhamento

A vereadora Neli Abdulahad, também encaminhou outra indicação ao prefeito Hélio Peluffo, e ao secretário municipal de Obras e Urbanismo, André Messias Manosso, solicitando serviços de cascalhamento na Avenida Belmiro de Albuquerque, localizada no bairro Residencial Ponta Porã I.

Neli Abdulahad disse que essa via dá acesso para a MS 164 saída para Antônio João e diante das más condições da rua é necessário realizar os serviços para que a população possa transitar pela região com mais comodidade e segurança.

Coleta seletiva de lixo

O terceiro pedido realizado pela vereadora Neli Abdulahad solicita coleta seletiva nos bairros São João e Jardim Estoril. Uma cópia da indicação foi encaminhada ao secretário municipal de Obras e Urbanismo, André Messias Manosso.

Em sua justificativa, a vereadora explicou a importância da coleta seletiva na vida dos moradores de ambos os bairros. “A produção de detritos nos bairros é em larga escala, e os moradores não tem onde descartar corretamente os resíduos. Com a coleta seletiva será possível classificar os resíduos de acordo com a sua origem e fazer o descarte daquilo que ainda pode ser reciclado ou reutilizado, reduzindo a proliferação de lixo, além de diminuir os impactos nocivos para o meio ambiente, incluindo a vida humana”, afirmou Neli Abdulahad.