O programa de assistência à saúde “Cassems Itinerante” leva atendimento especializado até o município de Naviraí, distante 370 km da Capital, com a psiquiatra Carolina Korndorfer, neste sábado (10). O programa tem como objetivo principal amenizar as dificuldades encontradas pela população do interior do Estado no acesso à medicina especializada, nos locais onde não há disponibilidade desses serviços na Rede Própria ou na Credenciada.

No início do mês, a beneficiária Raquel Rodrigues Oliveira foi atendida pelo programa em Coxim. Ela conta que antes da vinda do “Cassems Itinerante” tinha que deslocar mensalmente até a Capital.

“Eu já sou atendida aqui na minha cidade pelo ‘Cassems Itinerante’ há três anos. Antes, eu tinha que ir até Campo Grande porque aqui não tinha especialista e era muito difícil, porque todo mês eu tinha que me deslocar e agora, não preciso mais. Não foi bom apenas para mim, mas para todos os outros pacientes, agora, a minha família inteira faz tratamento com o programa”, conta.

José Augusto de Carvalho também foi atendido em Coxim e, segundo ele, programa atinge o seu objetivo quando beneficiários como ele conseguem realizar todo o tratamento sem sair da sua cidade.

“Para nós, beneficiários da Cassems, é uma grande vantagem ter esse programa aqui na nossa cidade porque a gente perde tempo ao se deslocar até a Capital para fazer tratamento especializado. O programa traz um grande benefício para a população do interior, traz um grande conforto para nós. O atendimento é muito gratificante porque os médicos são muito bem preparados e eu estou muito satisfeito de ter esse atendimento aqui em Coxim. Inclusive, já vejo resultado desse atendimento, porque já têm dois anos que sou atendido pela mesma médica e isso me traz uma grande vantagem, ou seja, esse atendimento prestado pela Cassems tem alcançado seu objetivo, que é dar conforto ao servidor público”, avalia.

O programa possui uma assistente social que trabalha em parceria com os médicos. Priscila Gonçalves conta que o seu trabalho é fazer uma ponte entre os pacientes e os médicos.

“Nós oferecemos acolhimento e orientação aos nossos beneficiários. Nós escutamos os pacientes e verificamos a necessidade de orientá-los sobre a importância do tratamento, então nós atuamos para que eles não abandonem o tratamento. A humanização é a linha de frente do nosso trabalho porque, assim, os beneficiários se sentem mais acolhidos, então, o nosso trabalho é uma ponte entre o médico e o paciente”, explica.

A endocrinologista Ana Carolina Xavier é uma das profissionais que atendem no “Cassems Itinerante” e, segundo ela, o mais importante do programa é possibilitar que os especialistas possam atender, controlar e acompanhar os pacientes.

“Eu atendo pelo ‘Cassems Itinerante’ há três anos e, nesse período todo, eu trato patologias muito comuns, como diabetes, obesidade e problemas da tireoide. A gente consegue acompanhar esse paciente mensalmente, então, não é só fazer o diagnóstico, mas também fazer o acompanhamento, o tratamento e, assim, proporcionar uma melhor qualidade de vida. Além dessas patologias comuns, a gente encontra algumas raras aqui em Coxim, como câncer de tireoide. Então, a gente oferece possibilidades de tratamento e cura também dessas situações e essa é a grande importância do programa, controle, acompanhamento e tratamento até o final da patologia”, pontua.