Augusto César Ferreira de Castro foi reconduzido ao cargo de presidente da Jucems para o quadriênio 2019-2023 – Foto: Ascom/Governo MS

Nomeados na segunda-feira (04/02) para representar o setor industrial no Colegiado de Vogais da Jucems (Junta Comercial de Mato Grosso do Sul), os diretores da Fiems, Irineu Milanesi e Cláudia Pinedo Zottos, irão apresentar e sugerir soluções que auxiliem na dinamização do processo de atração e abertura de novos empreendimentos em Mato Grosso do Sul. O presidente da Jucems, Augusto César Ferreira de Castro, que foi reconduzido ao cargo para o quadriênio 2019-2023, destaca a importância do Colegiado de Vogais, composto por 11 entidades representativas do setor produtivo estadual, para a atuação do órgão. 

“A participação das entidades é fundamental para que apresentem à Junta Comercial os anseios dos empresários de cada setor e, desta forma, promovermos os ajustes necessários na nossa atuação, sempre visando melhorar os serviços que prestamos”, disse Augusto de Castro, elencando uma série de mudanças implementadas pela Junta Comercial durante o primeiro mandato, como a Jucems Digital, que disponibilizou 100% de atendimento via Internet aos 79 municípios do Estado. “Com esse novo sistema, o tempo médio de abertura de uma empresa, que já chegou a 35 dias, caiu para 3 dias, ou até menos”, acrescentou. 

Para o empresário Irineu Milanesi, que também foi reconduzido ao cargo de vogal da Fiems, a indústria ter representatividade no colegiado é fundamental para a resolução das demandas do setor. “Uma vez por mês nós nos reunimos para apresentar as propostas do setor industrial para buscarmos soluções que possam facilitar o dia a dia das empresas. Graças a essa participação de todos, foi implantada a Jucems Digital, que facilita a abertura de empresas, e, sem dúvida, foi um grande avanço da atual gestão da Junta. Antes era muito demorada abrir ou encerrar uma empresa, agora são três dias”, ressaltou. 

Empossada como suplente de vogal, a empresária Cláudia Volpini, que atua no segmento cerâmico e foi reconduzida ao cargo, reforça a atuação da Jucems no sentido de desburocratizar e simplificar processos e que, para ela, irá evoluir ainda mais. “A Jucems Digital, por exemplo, foi um avanço enorme, especialmente para os empresários do interior do Estado, além de ir ao encontro da modernização pela qual passam as empresas, que investem cada vez na automatização de todos os processos, inclusive os administrativos”, analisou. 

A Jucems é órgão responsável pela abertura e fechamento de empresas em todo o Estado. Compete à Junta também o arquivamento de todos os documentos relativos à constituição, alteração, dissolução e extinção de firmas mercantis individuais, sociedades mercantis e cooperativas, dos atos e determinações legais de interesse das empresas, além da autenticação dos instrumentos de escrituração. Realizada na sede da Junta Comercial, a cerimônia de posse da nova diretoria e do Colegiado de Vogais contou com a presença do governador Reinaldo Azambuja e dos secretários estaduais Jaime Verruck (Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) e Felipe Mattos (Fazenda). 

Confira os membros nomeados e suas respectivas entidades: 

FIEMS 

Vogal: Irineu Milanesi

Suplente: Cláudia Pinedo Zottos Volpini 

FAMASUL 

Vogal: Frederico Borges Stella

Suplente: Mariana Adalgiza Gilberti Urt 

FECOMÉRCIO 

Vogal: Adilson Amorim Pertes

Suplente: Ricardo Massaharu Kuninari 

FAEMS 

Vogal: Clodoaldo Martins de Oliveira Junior

Suplente: Rodrigo Nissola Wazlawich 

OAB/MS 

Vogal: Rodolfo Souza Bertin

Suplente: Gustavo Bittencourt Vieira 

CRC/MS 

Vogal: Ruberlei Bulgarelli

Suplente: Iara Sonia Marchioretto 

CRA/MS 

Vogal: Rogerio Eloi Gomes Bezerra

Suplente: Valdir da Costa Pereira 

CORECON/MS 

Vogal: Augusto César Ferreira de Castro

Suplente: Cleiton Ferreira Lopes 

AMAS 

Vogal: Marcelo Gutierre Gonçalves

Suplente: Manoel Pires Filho 

ACICG 

Vogal: Gilberto Félix

Suplente: Nilson Carvalho Vieira