Mulher que acusa Neymar de estupro pode dar depoimento hoje

Najila Trindade é aguardada às 11h em delegacia de São Paulo

Najila Trindade declarou que foi agredida e estuprada – Foto: Reprodução SBT

A brasileira Najila Trindade Mendes de Souza, que acusa o jogador Neymar de estupro, é aguardada para prestar depoimento nesta sexta-feira (7). O advogado Danilo Garcia de Andrade confirmou que Najila comparecerá à sessão, agendada para 11h, na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, em São Paulo. O suposto caso de estupro teria ocorrido em 15 de maio, em Paris, na França. Najila alega que Neymar a teria agredido e se recusado a manter relações sexuais com preservativo. A brasileira diz que pediu para o jogador “parar” de dar tapas, mas Neymar teria continuado. Em entrevista à emissora STB exibida na última quarta-feira (5), Najila disse que sua intenção em viajar para Paris era ter relações sexuais com Neymar. Ela confirmou que o jogador pagou sua passagem e hospedagem, mas disse que Neymar foi agressivo e bateu violentamente em suas nádegas.

Um exame de corpo de delito, procedimento padrão em processos de caso de estupro, não apontou lesões na genitália da suposta vítima.

Um outro exame, feito por uma médico particular do Hospital Albert Einstein no dia 21 de maio, seis dias depois da suposta agressão, relatou lesões nas coxas e nas nádegas da mulher. Depoimento de Neymar – Após ser cortado da Copa América, Neymar viajou ao Rio de Janeiro e prestou depoimento ontem (6) para o inquérito em que é investigado por divulgar imagens íntimas de Najila Trindade, a modelo brasileira que o denuncia por estupro.

Ele chegou por volta das 19h locais à Delegacia de Repressão de Crimes de Informática (DRCI), zona norte do Rio de Janeiro, acompanhado pelos seus advogados.

“Só quero agradecer todo o apoio, as mensagens que todo mundo mandou. Meus amigos, fãs, todo mundo que está acompanhando”, disse Neymar ao deixar a delegacia, após quase duas horas de depoimento.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro apura se Neymar cometeu crime virtual ao divulgar prints das conversas de WhatsApp com Najila, as quais incluíam fotos da mulher nu ou seminu.

Da AnsaFlash