Moro fez compromisso ao governador em exercício Murilo Zauith – Assessoria

Em audiência com o governador em exercício Murilo Zauith, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, garantiu a Mato Grosso do Sul o segundo maior percentual do País do Fundo Nacional de Segurança Pública, 5,24%; atrás apenas de São Paulo, que receberá 6,66%. A previsão anual para o Fundo é de R$ 1,7 bilhão, o que representa R$ 89 milhões para o Estado. A reunião aconteceu nesta quarta-feira (14.8), em Brasília.

“Mato Grosso do Sul vai ser o segundo Estado do país mais contemplado com recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública. O ministro Sergio Moro entende que o estado cumpre grande papel na segurança pública”, afirmou Murilo Zauith.

O governador em exercício falou ao ministro das particularidades de Mato Grosso do Sul, que faz fronteira com dois países e abriga mais de 7 mil presos por crimes federais e defendeu um trabalho conjunto para garantir a segurança da população e o combate ao tráfico de drogas e armas. “Vamos trabalhar conjuntamente, governo federal e estadual”, acrescentou.

Mesmo sendo um estado fronteiriço, Mato Grosso do Sul é o estado que mais elucida homicídios no Brasil, definindo a autoria, materialidade e efetuando prisão do envolvido. O índice de 73% se iguala à taxa de resolução dos órgãos de segurança dos países de primeiro mundo, conforme pesquisa do Instituto Sou da Paz.

Por meio do programa MS Mais Seguro, o Governo do Estado investiu mais de R$ 130 milhões na segurança pública adquirindo viaturas, equipamentos, munições, contratando servidores e implantando núcleos de inteligência no interior.

A reunião com o ministro Sergio Moro também teve a participação do secretário executivo do Ministério de Justiça e Segurança Pública, Luiz Pontel, e da senadora Soraya Thronicke.