MS já tem 47 casos confirmados de gripe e 10 óbitos pela doença

Vacina da gripe na época ideal é a melhor forma de prevenção

De acordo com o último Boletim Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde de MS, divulgado dia 23 de maio, já são 47 casos confirmados de gripe que já provocaram 10 mortes. A maioria dos casos é do tipo H3N2, seguido do H1N1.

O outono é a época ideal para a imunização, pois o sistema imunológico precisar de cerca de 1 mês para desenvolver de forma plena uma imunidade contra as cepas presentes na vacina. Como o pico de incidência da gripe ocorre no inverno, a população vacinada terá tempo suficiente para estar preparada contra o vírus.

Dr. Alberto Jorge Félix Costa CRM-MS 1266, diretor técnico responsável da Imunitá explica que o no inverno há uma maior circulação do vírus, causando um aumento nos casos. “O vírus da gripe passa por mutações frequentes. Por isso, todo ano, a Organização Mundial da Saúde (OMS) faz uma previsão de quais serão os vírus Influenza que devem circular no inverno do hemisfério norte e do hemisfério sul com base em amostras de pacientes coletadas em centros sentinela distribuídos em todo o mundo”, explica o médico.

Quem se vacinou deve tomar a dose novamente, pois a taxa de proteção da vacina começa a cair após alguns meses. Os vírus da gripe têm uma alta capacidade de mutação. Logo, as cepas que estão circulando agora são bem diferentes daquelas que aterrorizaram o inverno passado. Portanto, é preciso se resguardar novamente para não penar com espirros, prostração, febre e outros sintomas.

Para as empresas, as campanhas de vacinação contra a gripe são a base dos programas de prevenção à saúde dos seus funcionários, evitando até 60% a menos de faltas no trabalho.

É importante que todos se imunizem, não somente a população do grupo de risco, somente assim há uma imunização completa da população.