MPMS investiga fraudes na contratação de empresas de som pela Prefeitura de Dourados

O Ministério Público de Mato Grosso do Sul deflagrou na manhã de hoje em Dourados a “Operação Decibéis”, que visa empresas e particulares atuantes no ramo de sonorização que tem contratos com a prefeitura. Cinco mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos. Um dos endereços em que o Gaeco está na manhã de hoje é o Edifício Santa Aparecida, no cruzamento das ruas Camilo Hermelindo da Silva e João Vicente Ferreira.

O promotor Ricardo Rotunno, titular da 16ª Promotoria, está à frente da operação, que está sendo realizada também em Laguna Carapã. O MPE apurou a existência de um suposto esquema de fraudes em processos licitatórios ocorridos nos dois municípios através de relação de parentesco e proximidade entre os envolvidos.

Essa é a oitava operação deflagrada em pouco mais de três anos e meio de mandato da atual prefeita Délia Razuk (sem partido).

Segundo o MP, o nome da operação faz alusão às atividades principais das empresas investigadas, atuantes no ramo de sonorização.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.