Com a chegada do outono, é comum o aumento do número de pessoas com resfriados ou gripes. As duas doenças são infecções causadas por vírus, que acometem principalmente o sistema respiratório. A médica infectologista, Márcia Dal Fabbro, desvenda alguns mitos e verdades sobre esse tema.

É possível evitar uma gripe ou um resfriado?

“Verdade. Se tiver contato com uma pessoa que tiver o quadro viral, pode adquirir a doença. Por isso, é importante evitar esse contato próximo de pessoas adoecidas”.

Manter o corpo agasalhado e aquecido evita resfriados?

“Mito. Essa medida não evita que se adquira o contágio pelo vírus”.

Pegar frio, sair de cabelo molhado ou tomar sorvete, durante o inverno, provocam gripe?

“Mito. Isso não faz com que o indivíduo fique mais propício a pegar a infecção”.

Ficar em ambientes fechados aumenta o risco de contrair gripe?

“Verdade. Quando há uma pessoa doente em um ambiente fechado, com ar condicionado ou aglomeração, a probabilidade da transmissão do vírus é muito maior, pela proximidade com o outro”.

Mudança de temperatura causa gripe ou resfriado?

“Mito. Tanto os resfriados quanto as gripes são causadas por vírus, a mudança de tempo não influencia nisso”.

O vírus da gripe se propaga por meio do ar?

“Verdade. Pessoas que estão com a virose no momento podem eliminar secreções, com espirros, tosses e, com isso, expelir gotículas e contaminar as pessoas em volta. Os ambientes ao redor, como corrimãos, mesas, em que a pessoa doente encosta, também podem passar o vírus”.

Beber bastante água ajuda no tratamento da gripe?

“Verdade. Ela vai ajudar a eliminar secreções que acumulam com o processo inflamatório infeccioso”.

JBS_Covid-19